Recently Added Videos

LATINA – Brutto incidente in moto per Max Biaggi, durante le prove per gli internazionali di Supermoto sulla pista del Sagittario a Latina. Dopo lo schianto è stato trasportato in elicottero all’ospedale San Camillo di Roma in codice rosso per un trauma toracico e spinale. Secondo quanto si apprende, non dovrebbe essere in pericolo di vita: il pilota romano è vigile e cosciente e non ha mai perso conoscenza. Sono in corso accertamenti radiologici, neurologici e clinici per stabilire l’entità dei traumi.

Article source: http://www.diariopartenopeo.it/notizie-italia/notizie-sportive-italiane/09/06/2017/incidente-in-pista-per-max-biaggi/

LATINA – Brutto incidente in moto per Max Biaggi, durante le prove per gli internazionali di Supermoto sulla pista del Sagittario a Latina. Dopo lo schianto è stato trasportato in elicottero all’ospedale San Camillo di Roma in codice rosso per un trauma toracico e spinale. Secondo quanto si apprende, non dovrebbe essere in pericolo di vita: il pilota romano è vigile e cosciente e non ha mai perso conoscenza. Sono in corso accertamenti radiologici, neurologici e clinici per stabilire l’entità dei traumi.

Article source: http://www.diariopartenopeo.it/notizie-italia/notizie-sportive-italiane/09/06/2017/incidente-in-pista-per-max-biaggi/

LATINA – Brutto incidente in moto per Max Biaggi, durante le prove per gli internazionali di Supermoto sulla pista del Sagittario a Latina. Dopo lo schianto è stato trasportato in elicottero all’ospedale San Camillo di Roma in codice rosso per un trauma toracico e spinale. Secondo quanto si apprende, non dovrebbe essere in pericolo di vita: il pilota romano è vigile e cosciente e non ha mai perso conoscenza. Sono in corso accertamenti radiologici, neurologici e clinici per stabilire l’entità dei traumi.

Article source: http://www.diariopartenopeo.it/notizie-italia/notizie-sportive-italiane/09/06/2017/incidente-in-pista-per-max-biaggi/

Visitors view the items in the new CR7 Museum in Funchal, capital of Madeira Island in Portugal, on May 8, 2017. The new museum opened to the public on July 1, 2016. The two-storey private museum of Portuguese football star Cristiano Ronaldo, which is next to the Pestana CR7 Hotel, covers an area of 1,400 square meters and displays over 200 items. (Xinhua/Zhang Liyun)

Article source: http://news.xinhuanet.com/english/2017-05/09/c_136269065.htm

Visitors view the items in the new CR7 Museum in Funchal, capital of Madeira Island in Portugal, on May 8, 2017. The new museum opened to the public on July 1, 2016. The two-storey private museum of Portuguese football star Cristiano Ronaldo, which is next to the Pestana CR7 Hotel, covers an area of 1,400 square meters and displays over 200 items. (Xinhua/Zhang Liyun)

Article source: http://news.xinhuanet.com/english/2017-05/09/c_136269065.htm

Visitors view the items in the new CR7 Museum in Funchal, capital of Madeira Island in Portugal, on May 8, 2017. The new museum opened to the public on July 1, 2016. The two-storey private museum of Portuguese football star Cristiano Ronaldo, which is next to the Pestana CR7 Hotel, covers an area of 1,400 square meters and displays over 200 items. (Xinhua/Zhang Liyun)

Article source: http://news.xinhuanet.com/english/2017-05/09/c_136269065.htm

Visitors view the items in the new CR7 Museum in Funchal, capital of Madeira Island in Portugal, on May 8, 2017. The new museum opened to the public on July 1, 2016. The two-storey private museum of Portuguese football star Cristiano Ronaldo, which is next to the Pestana CR7 Hotel, covers an area of 1,400 square meters and displays over 200 items. (Xinhua/Zhang Liyun)

Article source: http://news.xinhuanet.com/english/2017-05/09/c_136269065.htm

Visitors view the items in the new CR7 Museum in Funchal, capital of Madeira Island in Portugal, on May 8, 2017. The new museum opened to the public on July 1, 2016. The two-storey private museum of Portuguese football star Cristiano Ronaldo, which is next to the Pestana CR7 Hotel, covers an area of 1,400 square meters and displays over 200 items. (Xinhua/Zhang Liyun)

Article source: http://news.xinhuanet.com/english/2017-05/09/c_136269065.htm

Visitors view the items in the new CR7 Museum in Funchal, capital of Madeira Island in Portugal, on May 8, 2017. The new museum opened to the public on July 1, 2016. The two-storey private museum of Portuguese football star Cristiano Ronaldo, which is next to the Pestana CR7 Hotel, covers an area of 1,400 square meters and displays over 200 items. (Xinhua/Zhang Liyun)

Article source: http://news.xinhuanet.com/english/2017-05/09/c_136269065.htm

BENEVENTO – L’attesa è finita, il grande giorno è finalmente arrivato. Benevento si appresta a vivere la notte più importante di tutta la sua storia calcistica, quella che potrebbe sancire l’incredibile salto nella massima serie. Basta un pari, un pareggio soltanto, e sarà Serie A.

La gente in città è – come abbondantemente preventivabile – letteralmente impazzita. Il Ciro Vigorito è, ovviamente, tutto esaurito da giorni: polverizzati i 15.134 biglietti messi in vendita dalla società sannita (un centinaio i tifosi in arrivo da Carpi), la tifoseria organizzata ha annunciato una coreografia spettacolare, che coinvolgerà tutti i settori dell’impianto, ma per ora vige ancora il più stretto riserbo. Negozi, studi professionali, tanti uffici chiuderanno prima dell’orario consueto, nessuno vuole perdersi l’appuntamento con la storia. Resteranno aperti solo pub, ristoranti e pizzerie, per permettere alle migliaia di tifosi che non sono riusciti ad accaparrarsi il prezioso tagliando di vivere l’emozione del match.

Non ci sarà nessun maxi-schermo in piazza Risorgimento. Il sindaco Mastella ha fatto un ultimo disperato tentativo nella giornata di ieri, chiedendo una riunione straordinaria del Comitato per l’Ordine e la Sicurezza, ma non c’è stato nulla da fare: non ci sarebbero i presupposti per garantire l’ordine pubblico, anche a causa della gran mole di agenti che gioco-forza saranno dirottati verso lo stadio e le sue immediate vicinanze. La sensazione è che sulla decisione abbia pesato, non poco, quanto accaduto pochi giorni fa a Torino in occasione della finale di Champions League tra Juventus e Real Madrid.

Benevento è in fibrillazione, i tifosi stanno vivendo un’attesa che definire snervante è poco, ma in queste ore si può dire che stia prevalendo la voglia di non fare pronostici o, forse più semplicemente, la scaramanzia. Memori anche di alcune cocenti delusioni degli anni passati – su tutte la finale di play off di Serie C con il Crotone, dove gli Stregoni vennero battuti in casa nel match di ritorno abbandonando i sogni di promozione – la città non è stata addobbata a festa. Certo, bancarelle con in bella mostra magliette e bandiere su cui campeggia gigante la lettera “A” sono spuntate un po’ dappertutto, ma la gran parte della tifoseria preferisce aspettare, in silenzio e con pazienza.

Article source: http://www.diariopartenopeo.it/notizie-italia/notizie-sportive-italiane/08/06/2017/benevento-in-fibrillazione-per-la-finale-di-ritorno-con-il-carpi/

MILANO – Per ora è soltanto una voce, ma se la notizia dovesse essere confermata avrebbe del clamoroso: secondo quanto riportato da Afrique Presse Frank Kessiè, centrocampista dell’Atalanta in procinto di passare al Milan, avrebbe più dei 20 anni dichiarati.

Il giocatore ivoriano ha svolto nella giornata di ieri le visite mediche con il club rossonero, ma sarebbero emersi dei problemi che avrebbero spinto la società a ulteriori approfondimenti. Ufficialmente si parla di possibili guai al ginocchio, ma secondo l’agenzia di stampa senegalese il reale motivo sarebbe, appunto, nell’età di Kessiè, che ufficialmente risulta nato nel dicembre del 1996. Si tratta, come detto, solo di un’indiscrezione, che non ha ancora trovato riscontri ufficiali. Nel caso la voce dovesse essere confermata, si tratterebbe di un nuovo caso Luciano, il giocatore brasiliano del Chievo che nel 2002 confessò di avere mentito sulla sua identità, dichiarando di chiamarsi Eriberto e di avere, appunto, quattro anni in meno rispetto alla sua reale età.

Article source: http://www.diariopartenopeo.it/notizie-italia/notizie-sportive-italiane/31/05/2017/kessie-indiscresione-dallafrica-secondo-la-stampa-locale-avrebbe-piu-dei-20-anni-dichiarati/

Tempo di saluti e ringraziamenti quest’oggi allo stadio comunale “Stefano Vicino”, in occasione dell’ultima giornata di Campionato di Serie D – Girone H, incorniciata dai gialloblù con una vittoria schiacciante sul San Severo per 4-0, chiudendo positivamente la prima stagione in Serie D con un punteggio totale di 61 in quarta posizione.

La prima azione del match è del San Severo che al 4′, con una punizione battuta da centrocampo, trova Ianniciello sul secondo palo che colpisce di testa, ma Vassallo è attento e manda la palla in calcio d’angolo. Il goal dell’1-0 arriva al 7′, con Picci che segna su un calcio di rigore con bel tiro angolato sulla destra del portiere. L’espulsione di Basta al 12′ lascia la squadra ospite in 10 per tutta la durata della partita. Al 20′, ci prova D’Anna, ma il pallone termina di poco alto sulla traversa. Beneficia di un calcio di punizione dai 30m la compagine foggiana, la quale però non riesce a sfruttare a dovere l’occasione per il pareggio. Al 31′, bella azione solitaria di Presicce che, dopo aver smarcato due giocatori avversari, ci prova dal limite dell’area, ma il suo tiro finisce a lato della porta. Firma una doppietta l’attaccante gravinese Picci con un colpo di testa, dopo uno splendido cross dell’under Liberio al 43′. L’ultima azione del primo tempo capita sui piedi di Presicce che, a tu per tu con Provaroni, si divora un goal calciando alto.
Un inizio secondo tempo spumeggiante per la formazione casalinga che già al 3′ si porta sul 3-0 con D’Anna che segna da posizione ravvicinata. Al 12′, arriva la risposta del San Severo: a provarci è De Vivo dalla distanza, ma l’estremo difensore gialloblù respinge con successo. Insaziabile la FBC Gravina, che al 13′ cala il poker con Chiaradia che, a tu per tu con il portiere avversario, non sbaglia. Al 25′, il tiro di Novello termina alto sulla traversa gravinese. Negli ultimi venti minuti di gioco, l’under Vassallo si rende protagonista di due miracolose parate: al 28′ manda in calcio d’angolo il gran tiro di Castri; al 31′ invece, para il tiro di Di Federico, ma non riesce a bloccare la palla, poi salvata sulla linea dal compagno di squadra Cassano, lasciando la porta inviolata. Nessuna azione di rilievo nei minuti finali del match.
Da segnalare, le ammonizioni di Liberio e Cassano per la FBC Gravina.

Domenica prossima, 14 maggio, il Gravina è chiamato a giocare i play off contro la Nocerina.

Article source: https://www.gravinalife.it/sport/la-fbc-gravina-chiude-la-stagione-con-un-poker-4-0/

Subscrever

São muitos os que vêm cumprimentar o deputado, incluindo Carole Bureau-Bonnard, a candidata do movimento A República em Marcha! do presidente Emmanuel Macron, que lhe diz que “está na altura de ele deixar a política” e de lhe “pagar uma garrafa de champanhe” no caso de ela vencer.

Patrice Carvalho tem nove adversários e, por isso, a luta adivinha-se “complicada porque há também pessoas de esquerda”, nomeadamente candidatos da Luta Operária, da Europa Ecologia- Os Verdes e de A França Insubmissa, o movimento de Jean-Luc Mélenchon que não se aliou aos autarcas comunistas que não subscreveram a sua candidatura presidencial.

“A França Insubmissa quer a minha cabeça, são doidos como o Mélenchon. Ele esteve 35 anos no Partido Socialista, é um social-democrata, foi ministro de Jospin. É um tipo com talento, claro, mas não é um grande revolucionário. Apelei a votar por ele mas não fui proponente da sua candidatura”, afirmou o homem que defende, também, que “é preciso reconstruir o PCF” a que aderiu em 1967.

O militantismo comunista vem-lhe do avô português que chegou a França em 1923 e foi resistente na segunda guerra mundial e do pai que recebia o jornal “Avante!” em terras francesas e distribuía o equivalente francês “L’Humanité”, tendo também sido candidato a deputado e tido cartazes riscados com a frase “Votem francês”.

“Quando eu era jovem, nenhuma empresa me dava trabalho por ser filho de quem era. O meu pai esteve sempre na segunda volta das legislativas, mas nunca foi eleito. O primeiro cargo político que desempenhou foi o de conselheiro municipal, em 1989, quando nos candidatámos juntos e fui eleito presidente de câmara”, contou Patrice, precisando nunca ter falado com o pai em português porque foi uma família que “visou completamente a integração em França”.

Ainda que se tenha candidatado às legislativas “desde 1978″, Patrice Carvalho só teve um assento na Assembleia entre 1997 e 2002 e a partir de 2012, sendo também vice-presidente dos grupos parlamentares de amizade França-Portugal e França-Guiné-Bissau.

“Fazemos pressão para o ensino do português nas escolas francesas e para tentar desenvolver a cultura portuguesa que se está a perder porque os portugueses integraram-se muito rapidamente e foram perdendo a sua cultura”, continuou o autarca de Thourotte, a cidade geminada com Alter do Chão, em que “entre 8 a 10% dos 5000 habitantes são portugueses”.

No Parlamento, o deputado ficou também conhecido pelo combate pelo reconhecimento da fibromialgia como doença em França, pela tomada de posição contra o casamento gay e por ter contratado a esposa como assistente parlamentar quando rebentou o escândalo dos alegados empregos fictícios do candidato presidencial François Fillon.

“A minha mulher trabalha comigo há 20 anos. Foi minha assistente parlamentar nestes cinco anos. É ela que se ocupa da minha permanência [parlamentar] que fica ao lado de minha casa e é uma propriedade minha. Não faço permanências na câmara como os outros deputados porque não quero gastar água, aquecimento e eletricidade da câmara. Ela faz trabalho administrativo, recebe as pessoas, vai aos correios e ocupa-se do espaço”, explicou.

Patrice Carvalho é um dos três lusodescendentes que ocuparam um assento parlamentar na Assembleia francesa na última legislatura, ao lado dos socialistas Christine Pires Beaune e Carlos da Silva que era o “número dois” do antigo primeiro-ministro Manuel Valls e que foi deputado em 2012 porque Valls tinha então sido nomeado ministro do Interior.

Article source: http://www.dn.pt/lusa/interior/francaeleicoes-lusodescendente-patrice-carvalho-quer-ser-deputado-pela-terceira-vez-8538892.html

Subscrever

“Jovens LGBTI reportam mais episódios de ‘bullying’ e discriminação, correndo maior risco de exclusão. Tal como demonstrado de forma exemplar no episódio recente ocorrido na Escola Secundária de Vagos, em Aveiro, promover a solidariedade entre pares e a visibilidade neste âmbito é a melhor forma de prevenir a violência e a discriminação”, afirma o coordenador do projeto, Telmo Fernandes.

O projeto ADD, apoiado pelo programa Portugal 2020, pretende fornecer recursos e ferramentas para que os possam “organizar grupos, idealmente com a colaboração de professores/as ou outros elementos significativos da comunidade escolar”, adianta a ILGA.

O objetivo é que estes grupos se constituam como “dinamizadores de atividades regulares de visibilidade positiva da diversidade em função da orientação sexual, da identidade e expressão de género em contexto escolar, e como polos ativos de prevenção da discriminação dentro das escolas”, acrescenta.

A diretora executiva da ILGA Portugal, Marta Ramos, adianta que este projeto vem no seguimento das “inúmeras iniciativas e recursos educativos” que a associação tem vindo a desenvolver com vista “ao combate ao ‘bullying’ homofóbico e transfóbico”.

“Este projeto surge para aprofundar este trabalho e o objetivo é que possa vir a ser alargado a todo o país”, avança Marta Ramos, salientando que a ILGA marcará hoje presença na manifestação Escola Sem Homofobia, em Lisboa, para “reforçar a importância destas ações”.

A ILGA lança também hoje um “Estudo Nacional sobre o Ambiente Escolar”, dirigido a jovens LGBTI com mais de 14 anos e que estejam a frequentar o ensino regular ou profissional.

O estudo visa “aprofundar o conhecimento acerca das experiências de jovens LGBTI em contexto educativo, que em boa medida permanecem ‘invisibilizadas’ pelas práticas, currículos, manuais e regulamentos escolares, e cujas vivências de discriminação são em grande medida silenciadas e permanecem por denunciar”, adianta.

O questionário, confidencial e anónimo, pode ser acedido em enea.ilga-portugal.pt. Os resultados serão divulgados no final do ano e pretendem contribuir para a “implementação de políticas educativas inclusivas mais eficazes”.

O estudo tem o apoio técnico da organização norte-americana GLSEN e conta com a colaboração do Centro de Psicologia da Universidade do Porto e do Centro de Investigação e Intervenção Social do ISCTE-IUL.

Article source: http://www.dn.pt/lusa/interior/ilga-lanca-projeto-para-combater-bullying-homofobico-e-transfobico-nas-escolas-8539620.html

Subscrever

Estudante de 17 anos a completar o ensino secundário, a jovem diz ser evidente a homofobia entre alunos, porque as escolas são idênticas à sociedade, onde essa homofobia existe, mas no caso de Vagos foi da própria instituição.

Diz Beatriz Farelo que devem ser feitas campanhas anti-homofobia nas escolas e as aulas de educação sexual devem ser menos “hetero-normativas”, para que os alunos “possam conhecer todas as realidades e não acharem estranhas as atitudes que desprezam”, porque na verdade são normais.

De forma geral os alunos não heterossexuais são discriminados? Vítimas de bullying? “Há sempre a questão do bullying nas escolas”, responde Beatriz, acrescentando ter a noção de que a gravidade depende das escolas, chegando a haver casos de violência.

Mas também, acrescenta, tem notado que “há cada vez mais repreensão às pessoas homofóbicas”, ainda que também ainda sejam glorificados os homofóbicos, nas escolas ou nas redes sociais.

Foi contra isso que hoje meia centena de pessoas se juntaram em frente do Ministério, com bandeiras e palavras de ordem como “Ai não, fobia não, fobia não” ou “Deixa beijar, eu sou estudante e o mundo vou mudar”, ou ainda “Homofobia não”.

E a apoiar a causa, promovida pelo Movimento Estudantil Democrático, estiveram organizações que lutam contra a discriminação com base na opção sexual, como a ILGA, Rede Ex Aequo, Por Todas Nós, Casa Qui, Panteras Rosa, Opus Gay e Mad le’s Femme.

O movimento, avisa, vai continuar, para defender os direitos dos alunos, seja qual for a pessoa que queiram amar.

Article source: http://www.dn.pt/lusa/interior/protesto-contra-homofobia-nas-escolas-junta-meia-centena-de-jovens-em-lisboa-8541267.html

Subscrever

São muitos os que vêm cumprimentar o deputado, incluindo Carole Bureau-Bonnard, a candidata do movimento A República em Marcha! do presidente Emmanuel Macron, que lhe diz que “está na altura de ele deixar a política” e de lhe “pagar uma garrafa de champanhe” no caso de ela vencer.

Patrice Carvalho tem nove adversários e, por isso, a luta adivinha-se “complicada porque há também pessoas de esquerda”, nomeadamente candidatos da Luta Operária, da Europa Ecologia- Os Verdes e de A França Insubmissa, o movimento de Jean-Luc Mélenchon que não se aliou aos autarcas comunistas que não subscreveram a sua candidatura presidencial.

“A França Insubmissa quer a minha cabeça, são doidos como o Mélenchon. Ele esteve 35 anos no Partido Socialista, é um social-democrata, foi ministro de Jospin. É um tipo com talento, claro, mas não é um grande revolucionário. Apelei a votar por ele mas não fui proponente da sua candidatura”, afirmou o homem que defende, também, que “é preciso reconstruir o PCF” a que aderiu em 1967.

O militantismo comunista vem-lhe do avô português que chegou a França em 1923 e foi resistente na segunda guerra mundial e do pai que recebia o jornal “Avante!” em terras francesas e distribuía o equivalente francês “L’Humanité”, tendo também sido candidato a deputado e tido cartazes riscados com a frase “Votem francês”.

“Quando eu era jovem, nenhuma empresa me dava trabalho por ser filho de quem era. O meu pai esteve sempre na segunda volta das legislativas, mas nunca foi eleito. O primeiro cargo político que desempenhou foi o de conselheiro municipal, em 1989, quando nos candidatámos juntos e fui eleito presidente de câmara”, contou Patrice, precisando nunca ter falado com o pai em português porque foi uma família que “visou completamente a integração em França”.

Ainda que se tenha candidatado às legislativas “desde 1978″, Patrice Carvalho só teve um assento na Assembleia entre 1997 e 2002 e a partir de 2012, sendo também vice-presidente dos grupos parlamentares de amizade França-Portugal e França-Guiné-Bissau.

“Fazemos pressão para o ensino do português nas escolas francesas e para tentar desenvolver a cultura portuguesa que se está a perder porque os portugueses integraram-se muito rapidamente e foram perdendo a sua cultura”, continuou o autarca de Thourotte, a cidade geminada com Alter do Chão, em que “entre 8 a 10% dos 5000 habitantes são portugueses”.

No Parlamento, o deputado ficou também conhecido pelo combate pelo reconhecimento da fibromialgia como doença em França, pela tomada de posição contra o casamento gay e por ter contratado a esposa como assistente parlamentar quando rebentou o escândalo dos alegados empregos fictícios do candidato presidencial François Fillon.

“A minha mulher trabalha comigo há 20 anos. Foi minha assistente parlamentar nestes cinco anos. É ela que se ocupa da minha permanência [parlamentar] que fica ao lado de minha casa e é uma propriedade minha. Não faço permanências na câmara como os outros deputados porque não quero gastar água, aquecimento e eletricidade da câmara. Ela faz trabalho administrativo, recebe as pessoas, vai aos correios e ocupa-se do espaço”, explicou.

Patrice Carvalho é um dos três lusodescendentes que ocuparam um assento parlamentar na Assembleia francesa na última legislatura, ao lado dos socialistas Christine Pires Beaune e Carlos da Silva que era o “número dois” do antigo primeiro-ministro Manuel Valls e que foi deputado em 2012 porque Valls tinha então sido nomeado ministro do Interior.

Article source: http://www.dn.pt/lusa/interior/francaeleicoes-lusodescendente-patrice-carvalho-quer-ser-deputado-pela-terceira-vez-8538892.html

Subscrever

“Jovens LGBTI reportam mais episódios de ‘bullying’ e discriminação, correndo maior risco de exclusão. Tal como demonstrado de forma exemplar no episódio recente ocorrido na Escola Secundária de Vagos, em Aveiro, promover a solidariedade entre pares e a visibilidade neste âmbito é a melhor forma de prevenir a violência e a discriminação”, afirma o coordenador do projeto, Telmo Fernandes.

O projeto ADD, apoiado pelo programa Portugal 2020, pretende fornecer recursos e ferramentas para que os possam “organizar grupos, idealmente com a colaboração de professores/as ou outros elementos significativos da comunidade escolar”, adianta a ILGA.

O objetivo é que estes grupos se constituam como “dinamizadores de atividades regulares de visibilidade positiva da diversidade em função da orientação sexual, da identidade e expressão de género em contexto escolar, e como polos ativos de prevenção da discriminação dentro das escolas”, acrescenta.

A diretora executiva da ILGA Portugal, Marta Ramos, adianta que este projeto vem no seguimento das “inúmeras iniciativas e recursos educativos” que a associação tem vindo a desenvolver com vista “ao combate ao ‘bullying’ homofóbico e transfóbico”.

“Este projeto surge para aprofundar este trabalho e o objetivo é que possa vir a ser alargado a todo o país”, avança Marta Ramos, salientando que a ILGA marcará hoje presença na manifestação Escola Sem Homofobia, em Lisboa, para “reforçar a importância destas ações”.

A ILGA lança também hoje um “Estudo Nacional sobre o Ambiente Escolar”, dirigido a jovens LGBTI com mais de 14 anos e que estejam a frequentar o ensino regular ou profissional.

O estudo visa “aprofundar o conhecimento acerca das experiências de jovens LGBTI em contexto educativo, que em boa medida permanecem ‘invisibilizadas’ pelas práticas, currículos, manuais e regulamentos escolares, e cujas vivências de discriminação são em grande medida silenciadas e permanecem por denunciar”, adianta.

O questionário, confidencial e anónimo, pode ser acedido em enea.ilga-portugal.pt. Os resultados serão divulgados no final do ano e pretendem contribuir para a “implementação de políticas educativas inclusivas mais eficazes”.

O estudo tem o apoio técnico da organização norte-americana GLSEN e conta com a colaboração do Centro de Psicologia da Universidade do Porto e do Centro de Investigação e Intervenção Social do ISCTE-IUL.

Article source: http://www.dn.pt/lusa/interior/ilga-lanca-projeto-para-combater-bullying-homofobico-e-transfobico-nas-escolas-8539620.html

MODENA – Il Benevento è a novanta minuti dalla Serie A. I sanniti reggono l’assalto del Carpi nella finale di andata dei Playoff di Serie B. Grazie al piazzamento nella stagione regolare basterà un pareggio nella gara di ritorno per conquistare la prima promozione nella massima serie della loro storia. In caso di promozione tornerebbe un derby della Campania in Serie A a trenta anni di distanza dall’ultimo Napoli-Avellino, risalente alla stagione 1987/88. Una sfida attesissima anche dai sostenitori azzurri che hanno invaso la fanpage del Benevento per dare il proprio appoggio.

Benevento al Cabassi senza Ciciretti, Ceravolo e Puscas. Baroni schiera Cissé al centro dell’attacco, con Falco e Melara a supporto. Castori conferma il 4-4-2 e si affida alla coppia Mbakogu-Lasagna. I giallorossi partono bene e, nel primo quarto d’ora, tengono in apprensione la difesa di casa. Le assenze in attacco, però, si fanno sentire. Nonostante la mole di gioco sviluppata, le occasioni latitano. Cissé non riesce mai a impegnare Belec sul serio. Il Carpi viene fuori alla distanza e col passare dei minuti prende il pallino del gioco. La pressione degli emiliani aumenta nel secondo tempo. La difesa del Benevento, però, tiene senza troppi affanni. Finisce a reti bianche. Appuntamento giovedì sera al Vigorito per la partita di ritorno.

Article source: http://www.diariopartenopeo.it/notizie-italia/notizie-sportive-italiane/04/06/2017/playoff-serie-b-finale-carpi-benevento-0-0-cronaca/

MODENA – Il Benevento è a novanta minuti dalla Serie A. I sanniti reggono l’assalto del Carpi nella finale di andata dei Playoff di Serie B. Grazie al piazzamento nella stagione regolare basterà un pareggio nella gara di ritorno per conquistare la prima promozione nella massima serie della loro storia. In caso di promozione tornerebbe un derby della Campania in Serie A a trenta anni di distanza dall’ultimo Napoli-Avellino, risalente alla stagione 1987/88. Una sfida attesissima anche dai sostenitori azzurri che hanno invaso la fanpage del Benevento per dare il proprio appoggio.

Benevento al Cabassi senza Ciciretti, Ceravolo e Puscas. Baroni schiera Cissé al centro dell’attacco, con Falco e Melara a supporto. Castori conferma il 4-4-2 e si affida alla coppia Mbakogu-Lasagna. I giallorossi partono bene e, nel primo quarto d’ora, tengono in apprensione la difesa di casa. Le assenze in attacco, però, si fanno sentire. Nonostante la mole di gioco sviluppata, le occasioni latitano. Cissé non riesce mai a impegnare Belec sul serio. Il Carpi viene fuori alla distanza e col passare dei minuti prende il pallino del gioco. La pressione degli emiliani aumenta nel secondo tempo. La difesa del Benevento, però, tiene senza troppi affanni. Finisce a reti bianche. Appuntamento giovedì sera al Vigorito per la partita di ritorno.

Article source: http://www.diariopartenopeo.it/notizie-italia/notizie-sportive-italiane/04/06/2017/playoff-serie-b-finale-carpi-benevento-0-0-cronaca/

Subscrever

Resta saber se esta decisão pioneira na Ásia ajudará a mudar a mentalidade de uma região ainda muito conservadora no que diz respeito aos direitos dos homossexuais. Na semana passada, na Indonésia, dois homens foram chibatados publicamente depois de terem sido apanhados a fazer sexo durante uma rusga policial numa sauna gay, na qual foram presos 140 homens. Na Coreia do Sul, também na semana passada, um tribunal militar condenou um capitão a uma pena de prisão suspensa, depois de o considerar culpado de manter relações sexuais com um soldado.

Apesar destes episódios, alguns países asiáticos têm dado, nos últimos anos, pequenos passos para incluir os direitos dos homossexuais. A Tailândia, por exemplo, é vista como um bastião da tolerância gay no sudeste asiático. A homossexualidade foi descriminalizada em 1956 e já levantou a proibição de gays nas Forças Armadas. Não existe uma proibição legal para a adoção por casais gay, no entanto, as leis tailandesas ainda não reconhecem o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Não sendo imediatamente associado os direitos LGBT, o Vietname está a tornar-se, porém, um dos mais progressistas da região neste tema. Em 2013, foram anuladas as multas que eram aplicadas aos casamentos homossexuais e permitiu que casais do mesmo sexo vivessem juntos. Dois anos mais tarde, o país descriminalizou os casamentos gay, não havendo ainda um reconhecimento legal destas uniões.

Ser gay não é ilegal na China e, desde 2001, a homossexualidade deixou de ser classificada como um distúrbio mental. Na sequência da decisão de Taiwan, ilha que a China considera ser uma província renegada, o jornal estatal Global Times publicou um artigo, citando uma socióloga, que diz ser uma questão de tempo até Pequim aprovar o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

O sexo homossexual é legal no Japão desde 1880, mas continua a ser um tabu ser abertamente gay. As uniões entre pessoas do mesmo sexo não são legais, mas em 2015 dois distritos de Tóquio tornaram-se nas primeiras autoridades locais do Japão a dar aos casais gays direitos similares aos casais heterossexuais, como a possibilidade de alugar um apartamento. Uma sondagem feita em 2015 por investigadores da Universidade Hiroshima Shudo mostra que 51% dos inquiridos apoia a mudança da legislação de forma a permitir o casamento gay.

Article source: http://www.dn.pt/mundo/interior/um-pioneiro-dos-direitos-homossexuais-na-asia-8530584.html

Subscrever

Não sou um político meio-indiano, nem político médico nem sequer um político emgay/em. Isso são algumas das minhas facetas. Não me defino só por isso

Varadkar, que é médico de formação, é descendente de pai indiano (Ashok Varadkar, também médico) e de mãe irlandesa (Miriam Varadkar, enfermeira).

“Não sou um político meio-indiano, nem político médico nem sequer um político gay. Isso são algumas das minhas facetas. Não me defino só por isso”, disse Leo Varadkar em 2015.

O novo governante sucederá a Enda Kenny, que anunciou a sua demissão em meados de maio. Eleito primeiro-ministro em 2011, Kenny, de 66 anos, foi reeleito em maio de 2016, após mais de dois meses de impasse parlamentar.

Mas, sem maioria no parlamento, o líder do Fine Gael só aguentou um ano à frente do frágil Governo irlandês.

De facto, Enda Kenny só conseguiu a reeleição, após quatro votações do parlamento, graças ao apoio dos deputados independentes, e após um acordo com o Fianna Fail, principal formação da oposição, para que não se opusesse à constituição de um Governo minoritário.

Em troca, o Fianna Fail obteve um aumento da despesa pública e a suspensão de um imposto sobre a água, que valera ao Fine Gael gigantescas manifestações nas ruas de Dublin.

Instaurada no início de 2015, essa taxa sobre a água cristalizou o ressentimento dos irlandeses em relação à política de austeridade aplicada nos últimos anos pelo Governo de Kenny, enquanto a economia do país, depois de ter sofrido com a crise financeira, registou um crescimento de 7,8% em 2015 e de 5,2% em 2016.

A saída de Enda Kenny foi também precipitada pelas muitas críticas desencadeadas pela sua gestão de um escândalo dentro da polícia, revelado em fevereiro.

O seu Governo foi acusado de ter deixado os seus serviços arruinarem a reputação do agente policial que deu o alerta, indevidamente acusado há alguns anos de agressão sexual a crianças.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Article source: http://www.dn.pt/mundo/interior/leo-varadkar-mestico-e-homossexual-sera-o-novo-primeiro-ministro-da-irlanda-8530640.html

Subscrever

Resta saber se esta decisão pioneira na Ásia ajudará a mudar a mentalidade de uma região ainda muito conservadora no que diz respeito aos direitos dos homossexuais. Na semana passada, na Indonésia, dois homens foram chibatados publicamente depois de terem sido apanhados a fazer sexo durante uma rusga policial numa sauna gay, na qual foram presos 140 homens. Na Coreia do Sul, também na semana passada, um tribunal militar condenou um capitão a uma pena de prisão suspensa, depois de o considerar culpado de manter relações sexuais com um soldado.

Apesar destes episódios, alguns países asiáticos têm dado, nos últimos anos, pequenos passos para incluir os direitos dos homossexuais. A Tailândia, por exemplo, é vista como um bastião da tolerância gay no sudeste asiático. A homossexualidade foi descriminalizada em 1956 e já levantou a proibição de gays nas Forças Armadas. Não existe uma proibição legal para a adoção por casais gay, no entanto, as leis tailandesas ainda não reconhecem o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Não sendo imediatamente associado os direitos LGBT, o Vietname está a tornar-se, porém, um dos mais progressistas da região neste tema. Em 2013, foram anuladas as multas que eram aplicadas aos casamentos homossexuais e permitiu que casais do mesmo sexo vivessem juntos. Dois anos mais tarde, o país descriminalizou os casamentos gay, não havendo ainda um reconhecimento legal destas uniões.

Ser gay não é ilegal na China e, desde 2001, a homossexualidade deixou de ser classificada como um distúrbio mental. Na sequência da decisão de Taiwan, ilha que a China considera ser uma província renegada, o jornal estatal Global Times publicou um artigo, citando uma socióloga, que diz ser uma questão de tempo até Pequim aprovar o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

O sexo homossexual é legal no Japão desde 1880, mas continua a ser um tabu ser abertamente gay. As uniões entre pessoas do mesmo sexo não são legais, mas em 2015 dois distritos de Tóquio tornaram-se nas primeiras autoridades locais do Japão a dar aos casais gays direitos similares aos casais heterossexuais, como a possibilidade de alugar um apartamento. Uma sondagem feita em 2015 por investigadores da Universidade Hiroshima Shudo mostra que 51% dos inquiridos apoia a mudança da legislação de forma a permitir o casamento gay.

Article source: http://www.dn.pt/mundo/interior/um-pioneiro-dos-direitos-homossexuais-na-asia-8530584.html

Gay and straight travelers alike flock to Brazil in droves to enjoy the pristine beaches, beautiful people, exciting nightlife, diverse culture and lavish annual celebrations, such as Carnival. As one of the most welcoming and accepting gay vacation destinations in South America, Brazil is a popular choice for both gay men and lesbians looking for fun in the sun or a relaxing respite in a tropical paradise. From luxury gay vacations in exclusive beachfront resorts, to exotic excursions into remote Brazilian jungles, Brazil has much to offer to every type of traveler and is an ideal setting for international gay travel.

Among the most well-known Brazilian gay travel destinations is Rio de Janeiro, which offers circuit parties, gay beaches, bathhouses, lesbian and gay clubs, drag shows and a wide variety of shopping, cultural activities, recreation and dining options that lure travelers from around the globe. While Rio de Janeiros gay establishments and culture are weighted more toward gay men, most gay events and establishments welcome lesbians and ladies can enjoy their own lesbian club, as well as womens nights at local gay establishments. Of course, Rio de Janeiro is perhaps most famous for its annual New Years celebrations and the world-renowned Carnival, each of which includes an abundance of parades, parties and activities for gay men and lesbians.

Although Rio de Janeiro may be the most popular gay vacation destination in Brazil, there are many other options throughout the country. Many cities in Brazil, such as Sao Paolo and Belo Horizonte, host annual gay pride festivals and parades and the majority of urban areas have a thriving gay community. For those who may be looking for gay vacations outside of the pride and party scene, gay travel opportunities in Brazil also include organized tours of cultural and historical landmarks and luxury all-inclusive Amazon cruises provided by tour companies dedicated to providing exceptional gay vacations to gay and lesbian travelers.

Planning a gay vacation to Brazil is an exciting endeavor that is sure to lead to many memorable once in a lifetime experiences. Partaking in gay travel in Brazil is much like traveling throughout the United States when it comes to safety and necessary precautions. Just as in the U.S., some areas of Brazil will be more welcoming and accepting than others and using your best judgment in determining the safety of a given area is always a good idea. Also, for travelers interested in visiting Brazils bathhouses, keep in mind that Brazil, like the U.S., is combating the spread of HIV and appropriate precautions should be taken to ensure that you play safely.

Planning your gay vacation to Brazil is most easily accomplished when working with a travel agency that is well-versed in local attractions, vacation package options, the best times to travel throughout the year and information of particular interest to the gay travel community. Whether you are looking for a jungle adventure, a wild week in Rio or a restful vacation on the beach, enlisting the assistance of a travel agency serving the gay community will ensure that your gay vacation to Brazil is everything you hoped for.

Photo

By birder62 from Pixabay

Article source: http://goodherald.com/gay-travel-to-brazil/

A Blizzard Entertainment divulgou os vídeos de introdução do Necromante, a nova classe de Diablo III, que conta rapidamente a história destes indivíduos capazes de controlar as forças da própria morte.

No topo está o vídeo da versão feminina do Necromante, enquanto abaixo está o masculino. Os dois estão dublados em português do Brasil, dando uma ideia do que encontraremos no jogo.

O pacote de expansão incluirá o personagem, uma mascote, asas cosméticas, dois espaços para personagem, duas abas de baú pessoal, uma moldura de retrato, um pendão, um estandarte e um brasão. Além disso, novos itens raros, incluindo de Conjunto e Lendários, serão adicionados ao jogo para o Necromante.

A Ascensão do Necromante será lançado globalmente junto com o Patch 2.6.0 para PC, PlayStation 4 e Xbox One, mas por enquanto ainda não há data ou preço definido.

Article source: https://jovemnerd.com.br/nerdnews/diablo-iii-assista-introducao-do-necromante-dublada-em-portugues-do-brasil/

Lions Bisceglie-Monteroni 84-62

Lions Bisceglie: Cucco12 (2/3, 2/5), Bruno 9 (3/4, 1/3), Potì 15 (4/6, 2/5), Leggio 6 (1/2, 0/2), Antonelli 11 (4/9), Cena 8 (1/4, 2/4), Esposito 8 (4/5, 0/1), Di Emidio 7 (2/2, 1/1), Chiriatti 6 (0/1, 1/3), Comollo 2 (1/1). Allenatore: Domenico Sorgentone.
Monteroni: Balic 15 (3/10, 2/6), Ingrosso 16 (2/2, 4/6), Leucci 5 (1/2, 1/2), Paiano 6 (3/13), Zanotti 9 (3/9, 0/2), Mavric 5 (2/3), Lorenzo Calasso 2 (1/1, 0/1), Martina 2 (1/1, 0/2), Gianmarco Calasso 2 (1/1), Martino. Allenatore: Massimo Dima.
Arbitri: Martinelli di Brescia, Bavera di Desio (Monza e Brianza).

Parziali: 23-15; 45-28; 66-41.
Note: nessun uscito per cinque falli. Tiri da due: Lions Bisceglie 22/37, Monteroni 17/42. Tiri da tre: Lions Bisceglie 9/24, Monteroni 7/19. Tiri liberi: Lions Bisceglie 13/18, Monteroni 7/10. Rimbalzi: Lions Bisceglie 29 (26+3, Antonelli 6), Monteroni 41 (30+11, Zanotti 17). Assists: Lions Bisceglie 15 (Potì 4), Monteroni 12 (Ingrosso 4).
Nessuno avrebbe immaginato i Lions meritatamente al secondo posto in classifica, al termine della regular season, nel complicato e caldo girone D del torneo di Serie B. Eppure è accaduto. Una fantastica sinergia fra staff tecnico, squadra e società ha prodotto un risultato che è senza dubbio di tutto l’ambiente ma reca il sigillo di coach Domenico Sorgentone, primo artefice di quanto Bisceglie ha saputo costruire finora.

 

Il basket è al tempo stesso una disciplina di sfide continue: il record 24-6 e le quindici affermazioni casalinghe (PalaDolmen e PalaBiella gli unici domicili inviolati della pallacanestro italiana nei campionati nazionali) non avranno alcun valore domenica 30 aprile, quando Andrea Chiriatti e compagni sfideranno la Luiss Roma, che ha chiuso in settima posizione nel gruppo C, in gara1 dei quarti playoff.

 

L’ultimo successo è stato conseguito ai danni di Monteroni, che ha pagato con la retrocessione diretta in C. La formazione salentina, costretta a un’impresa, ha tenuto solo nei primi minuti della contesa, cedendo progressivamente al cospetto di una squadra più forte e fin troppo determinata a completare un percorso frutto di durissimo lavoro; la crescita costante di un gruppo che ha tratto lezioni da ogni singola partita, scoprendo la sua compattezza col trascorrere del tempo. Piacersi davanti allo specchio non fa per questi Lions, già pronti per preparare il primo impegno col team capitolino. Si ricomincia.



Chi è Vito Troilo

Giornalista pubblicista. Caporedattore, oltre che responsabile della redazione sportiva, di Bisceglie in diretta.
Si occupa di cronaca, attualità, politica e spettacoli oltre che di sport. È grande appassionato delle tematiche che riguardano l’Europa orientale.
Ha praticato calcio, pallacanestro e atletica leggera, è stato allenatore e dirigente di pallacanestro. Ha cominciato a scrivere articoli all’età di 10 anni. Ha collaborato con diversi quotidiani, tv, radio e riviste specializzate. Ha realizzato centinaia di telecronache e radiocronache sportive. Cura uffici stampa e campagne promozionali.

Article source: http://www.bisceglieindiretta.it/missione-compiuta-lions-secondi-luiss-roma-sulla-strada-dei-nerazzurri/

Eccoci con un nuovo appuntamento con le notizie che ci arrivano dal Mugello, dove domenica 4 giugno si correrà il Grand Premio D’Italia, valido per il campionato mondiale di #motogp. Le ultime notizie rivelano che #Valentino Rossi ha ricevuto il nulla osta dai medici dopo il terribile incidente avvenuto durante una sessione di allenamento vicino a casa. I fani del pilota della Yamaha possono quindi stare tranquilli, perché il Dottore ha superato brillantemente le prove libere conseguendo un 12° posto, nonostante non sia al 100% della forma.

Motogp, Valentino: “Ho avuto paura”

Valentino Rossi è tornato al Mugello con una voglia matta di rivincita, dopo essere caduto nel corso del Gp di Le Mans.

Come ricorderete il pilota Tavullia era caduto a pochi centinaia di metri dalla fine del Gp di Francia, perdendo punti importanti per la lotta al Mondiale. Poi la sfortuna aveva bussato nuovamente alla sua porta, con un terribile volo dalla sua motocross. Infatti il centauro ha svelato di essere stato catapultato un metro dalla pista dopo che la moto da cross si era piantata a terra. Un terribile volo che ha fatto preoccupare i fan, già addolorati per la fine prematura di Nicky Hayden, il pilota di Superbike morto in un incidente stradale a Rimini.

Il Dottore in terapia intensiva

Il Dottore ha inoltre ha raccontato di aver accusato un dolore fortissimo al torace, che gli aveva compromesso la respirazione. Infatti gli accertamenti medici eseguiti all’Ospedale Infermi di Rimini avevano evidenziato un brutto edema a livello epatico e addominale, tanto che il pilota di Tavullia era stato costretto a restare in osservazione in terapia intensiva, vegliato da mamma Stefania.

Motogp News: Valentino Rossi correrà al Mugello

Valentino Rossi, il pilota della Movistar Yamaha Motogp, è stato sottoposto ad una ecografia di controllo dallo staff medico della clinica mobile del Mugello, che non ha evidenziato particolari problemi al cuore ed al fegato, tanto da ricevere l’idoneità a partecipare al Grand Premio D’Italia che si svolgerà da oggi 2 giugno a a domenica 4 giugno sul circuito toscano, dove si attendono quasi 100 mila spettatori. Intanto oggi 2 giugno, il Dottore si è presentato regolarmente al box della sua M1 dove ha voluto provare due telai e due treni di gomme.

Dodicesimo posto per Vale, caduta per Viñales

Nel corso delle due sessioni di prove libere, Valentino non si è lasciato intimidire dal dolore al torace, ancora fortissimo, tanto da spingere la moto a 340 kmh sul rettilineo. Inoltre Rossi ha portato a casa il 12° tempo, davanti a Maverick Viñales, il leader del moto-mondiale che è stato protagonista di una spaventosa caduta nella seconda manche di prove libere. Non ci resta che attendere sabato 3 e 4 giugno per vedere Valentino Rossi emozionare ancora una volta i fan italiani, accorsi a vederlo.

Per altre notizie sportive non vi resta che cliccare il tasto segui, sotto il video dell’articolo ed accanto al nome dell’autore. #motogp mugello

Article source: http://it.blastingnews.com/sport/2017/06/motogp-mugello-2017-ottime-notizie-per-i-fan-di-valentino-rossi-001743327.html

A Blizzard Entertainment divulgou os vídeos de introdução do Necromante, a nova classe de Diablo III, que conta rapidamente a história destes indivíduos capazes de controlar as forças da própria morte.

No topo está o vídeo da versão feminina do Necromante, enquanto abaixo está o masculino. Os dois estão dublados em português do Brasil, dando uma ideia do que encontraremos no jogo.

O pacote de expansão incluirá o personagem, uma mascote, asas cosméticas, dois espaços para personagem, duas abas de baú pessoal, uma moldura de retrato, um pendão, um estandarte e um brasão. Além disso, novos itens raros, incluindo de Conjunto e Lendários, serão adicionados ao jogo para o Necromante.

A Ascensão do Necromante será lançado globalmente junto com o Patch 2.6.0 para PC, PlayStation 4 e Xbox One, mas por enquanto ainda não há data ou preço definido.

Article source: https://jovemnerd.com.br/nerdnews/diablo-iii-assista-introducao-do-necromante-dublada-em-portugues-do-brasil/