Recently Added Videos

Hunky Jesus contests have become a Easter tradition around the country. (The most notable one is in, surprise, San Francisco.)

Contestants dress up as sexy versions of the Son of God, parade provocatively across the stage, and offer audiences temptation, redemption, and just a touch of good-humored blasphemy.

In preparation for this weekend’s festivities, we rounded up some of our favorites from years past. If you gave up thirst traps for Lent, welcome back.

Article source: http://www.newnownext.com/hunky-jesus-contest/04/2017/

 

O sucesso de Pabllo Vittar com os singles Todo dia, K.O, Sua cara, ao lado de Anitta, e Decote, ao lado de Preta Gil, levaram a drag queen a aparecer em uma reportagem do Dirio de Notcias portugus sob o ttulo O maior fenmeno brasileiro do pop uma drag queen. Na matria, a artista apontada como apenas um dos nomes da revoluo LGBT da msica no Brasil.

 

“O maior fenmeno do pop do Brasil tem 22 anos, cresceu nas profundezas do pauprrimo Maranho e uma drag queen – alm do exemplo mais evidente da revoluo trans que tomou as manifestaes artsticas do pas”, escreveu o jornalista do portal Joo Almeida Moreira.

 

Na matria, Moreira conta um breve histrico da vida de Pabllo antes e depois do sucesso, ressaltando o fato do hoje cone pop ter trabalhado em sales de beleza e fast foods na juventude, depois de ter sido agredido e vtima de bullying na infncia. A reportagem fala da parceria entre Pabllo e Rodrigo Gorky, que despontou a primeira msica de sucesso da drag, Open bar.

 

Sobre o hit Sua cara, o jornalista apontou: “So 161 milhes de visualizaes, 78 milhes dos quais no Brasil e quase um milho em Portugal, o segundo pas da lista”, e tambm observou o nmero de seguidores do cone do pop brasileiro em comparao a RuPaul, que at junho era a drag queen mais seguida no Instagram. Hoje, Pabllo possui 3,2 milhes de seguidores e a drag queen estadunidense menos da metade, com 1,5 milhes.

 

A asceno da drag queen brasileira tambm chamou a ateno do jornalista, que utiliza aspas de Preta Gil e de Gloria Groove, que se referem ao movimento como uma revoluo LGBT, para reforar o crescimento de estrelas drags no Brasil. “Pabllo cobra hoje cach 25 vezes mais elevado do que h dois anos – cerca de R$ 15 mil por apresentao”, observa Moreira.

 

O jornalista portugus aponta a revoluo LGBT alm da msica e d exemplos na moda, com Lea T, e na televiso. “A arte LGBT, considerada um nicho at h poucos anos, hoje est massificada. Tanto a telenovela das 19h como a das 21h da TV Globo, instituies da televiso brasileira, tm personagens drag queen.”

 

Saiba mais

 

Article source: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/diversao-e-arte/2017/08/14/interna_diversao_arte,617539/pabllo-vittar-maior-fenomeno-pop-brasileiro.shtml

Earlier this month, Savannah, a 12-year-old from Eagle Mountain, Utah, garnered national attention when a video of her coming out to her Mormon congregation went viral.

The young pre-teen spoke during a monthly section of Sunday services when congregants are encouraged to share their beliefs.

“I believe that I was made the way I am, all parts of me, by my heavenly parents,” Savannah said. “They did not mess up when they gave me freckles… or when they made me gay. I believe that we should just love. I believe that I am good…I know I’m not a horrible sinner for being who I am.”

 

 

Her words stunned the congregation—in fact, her mic was cut off as she spoke.

But her speech also shook LGBT advocates around the world. Last weekend, HRC Utah invited Savanah to its gala in Salt Lake City, where she received a standing ovation from more than 650 guests.

“We have a message for you,” event chair Dustin Williams told a tearful Savannah, who was joined by her parents. “That we love you, that we’re proud of you. We want you to keep being yourself and don’t let anyone stop you.”

Choking back tears, Savannah took the dais and said, “Even though I’m small, and I don’t really have a video to go with what I’m saying, I have a lot of love to share—I love you guys so much.”
 

 

And we love you.

Article source: http://www.newnownext.com/coming-out-mormon-teen-savannah/06/2017/

Subscrever

Em criança nunca foi agredido mas sofreu bullying até ao dia em que a irmã Polyanna deu uma tareia num rapaz que o chamou de “maricas”. Na adolescência, quando aos 15 anos disse à mãe que queria levar um namorado para dormir em casa a reação foi de quase indiferença, porque Polyanna, lésbica, já havia quebrado o tabu lá por casa.

Logo a seguir, como tantas outras famílias nordestinas, as quatro mulheres do clã Rodrigues da Silva mudaram-se do sertão para a região sudeste, primeiro para o abastado estado de São Paulo e depois para o de Minas Gerais. Phabullo trabalhou em cadeias de fast food e salões de cabeleireiro enquanto partilhava vídeos na internet a imitar Beyoncé e outras artistas.

Um deles foi visto pelo produtor musical Rodrigo Gorky, com quem cocriou, em 2015, o primeiro sucesso, Open Bar, versão de Lean On, tema dos americanos Major Lazer, já sob o nome Pabllo Vittar. Daí foi convidada a participar na banda do programa Amor Sexo da TV Globo e lançou na sequência o primeiro álbum, do qual saíram os singles Todo Dia e K.O., que precederam a explosão de Sua Cara, terceiro vídeo mais visto no YouTube global, atrás apenas de temas de Adele e de Taylor Swift. São 161 milhões de visualizações, 78 milhões dos quais no Brasil e quase um milhão em Portugal, o segundo país da lista.

Com o dobro (2,8 milhões contra 1,4) dos seguidores na rede social Instagram de RuPaul, a drag queen mais famosa dos Estados Unidos, Pabllo cobra hoje cachet 25 vezes mais elevado do que há dois anos – cerca de 15 mil por apresentação. “Ela e outras são a revolução de que a música e a sociedade precisavam neste momento”, diz Preta Gil, a filha de Gilberto Gil, com quem Pabllo Vittar lançou na última terça-feira a música Decote.

Não é só Preta Gil que usa o termo “revolução” a propósito da ascensão das drags a estrelas pop do Brasil. A rapper Gloria Groove, outra drag, de 22 anos, que passou o milhão de visualizações no YouTube com o sucesso Dona, disse ao jornal Zero Hora que “há uma revolução em curso”. “E nós [população LGBT] estamos na linha da frente!”

Dessa revolução, a que já chamaram de MPBTrans, numa atualização das iniciais de música popular brasileira, fazem parte Pabllo e Gloria mas também a aclamadíssima Liniker, a banda As Bahias e a Cozinha Mineira, o músico Jaloo, o DJ e divulgador André Fischer, a rocker Veronica Valentino, a performer Ivana Wonder, o cantor Johnny Hooker, a intérprete Lia Clark e a rapper Linn da Quebrada (ver caixa).

A arte LGBT, considerada um nicho até há poucos anos, hoje está massificada. Tanto a telenovela das 19.00 como a das 21.00 da TV Globo, instituições da televisão brasileira, têm personagens drag queen, num dos casos interpretada por Silvero Pereira, ícone do género no Brasil na área teatral. Na moda, dá cartas a modelo e estilista Lea T, cara da Givenchy. Por isso, a Vogue Brasil juntou na capa da sua edição deste mês algumas das drags mais famosas. Porque, como canta Gloria Groove no tema Império – “olha só como o jogo virou/ Do nada, cê liga a TV e nós está na Globo”.

Em São Paulo

Article source: http://www.dn.pt/artes/interior/o-maior-fenomeno-brasileiro-da-pop-e-uma-drag-queen-8703567.html

Subscrever

O outro adeus às pistas destes Mundiais também teve o seu momento de amargura. Mo Farah, que se vai dedicar apenas às provas de estrada, conseguiu despedir-se como tricampeão mundial de 10000 metros mas falhou a revalidação (seria o tetra) nos 5000, ao ser suplantado pelo etíope Muktar Edris.

Nem dobradinhas nem feitos sobre-humanos

Como Mo Farah, falharam em Londres todos os atletas que tentaram alcançar dobradinhas e outros feitos sobre-humanos (o único recorde mundial foi o de Inês Henriques). Os sonhos ambiociosos de Almaz Ayana (ouro nos 10000 metros, prata nos 5000) Caster Semenya (ouro nos 800 m, bronze nos 1500) e Wayde van Niekerk (ouro nos 400 m, prata nos 200), de juntarem vitórias em duas provas individuais, também ruíram nos últimos dias.

Guliyev no topo dos 200 m, a prova de todas as surpresas

A deceção do sul-africano van Niekerk foi apenas um dos ingredientes de uma competição de 200 metros carregada de surpresas. Após o flop da Jamaica (sem atletas na final, pela primeira vez desde 2003) e a epopeia de Isaac Makwala (faltou às eliminatórias devido a uma gastroentrite e foi reintegrado depois de correr uma eliminatória sozinho em pista), deu-se a ascenção inesperada de Ramil Guliyev. O turco – de 27 anos e de origem azeri – conquistou o primeiro título mundial do país.

Karsten Warholm na galeria das vitórias improváveis

Como Guliyev, houve outras revelações nos Mundiais londrinos – da teenager bareinita Salwa Eid Naser (prata nos 400 m) ao outsider francês Pierre-Ambroise Bosse (primeiro europeu a levar o ouro nos 800 metros desde 2001). No entanto, na galeria das vitórias improváveis destacou-se a do norueguês Karsten Warholm, que ficou literalmente boquiaberto ao perceber que se sagrara campeão de 400 m barreiras.

Yulimar Rojas voou para o primeiro título à Venezuela

De todos os jovens que derrubaram velhas lendas das suas disciplinas (como fez Warholm, de 21 anos), nenhum triunfo foi tão icónico como o de Yulimar Rojas no triplo salto. A saltadora, de 21 anos, deu à Venezuela a primeira medalha de ouro em Mundiais de atletismo, um resultado histórico para um país em grave convulsão política. Rojas pôs fim à hegemonia da colombiana Caterine Ibargüen, que era bicampeã mundial.

Nova medalha para Évora, o esplendor de Portugal

Antes do final, com chave de ouro, na jornada de ontem (título e recorde mundial para Inês Henriques), já Nelson Évora mostrara o esplendor de Portugal em Londres, ao conquistar a medalha de bronze no triplo salto. O saltador luso, campeão mundial em 2007, 2.º em 2009 e 3.º em 2015, conquistou a sua quarta medalha em Mundiais (ao todo, Portugal leva 19 em 16 edições). Esse foi um dos pontos altos de uma campanha onde também Ana Cabecinha (6.ª nos 20 km marcha), Patrícia Mamona (9.ª no triplo salto) chegaram ao top10.

Lasitskene, campeã sem bandeira ou hino nacional

Dentro do top10 do medalheiro, com um ouro e cinco pratas, ficou o grupo de “atletas neutros” – russos autorizados a competir apesar da suspensão da sua federação (por uso sistemático de doping). E Mariya Lasitskene (outrora conhecida como Kuchina), vencedora do salto em altura, subiu ao lugar mais alto do pódio, sem direito a bandeira ou hino nacional (em vez disso, viu-se a bandeira e ouviu-se o hino da IAAF…).

Kevin Mayer converteu-se no novo “super-homem”

Anteontem, quase ao mesmo tempo que Lasitskene conquistava mais uma medalha dos “atletas neutros” (ganharam mais do que a Rússia em 2015), era conhecido o novo “super-homem”, Kevin Mayer. Com 8768 pontos, o francês, de 25 anos, foi o grande vencedor da prova de decatlo, prova que ficara órfã do estado-unidense Ashton Eaton, que se retirou no início do ano, com o estatuto de bicampeão mundial e olímpico e detentor do recorde mundial. Agora, o trono é de Mayer.

E vão 16 medalhas para a recordista Alyson Felix

Quase a fechar o evento londrino, Alyson Felix, dos EUA, consolidou o seu lugar na histórica. A velocista, de 31 anos, juntou o ouro de 4×400 m, ao de 4×100 e ao bronze de 400 m, para se destacar como recordista de medalhas em Mundiais de atletismo: 16. Ao contrário de Bolt, Felix promete continuar.

Article source: http://www.dn.pt/desporto/interior/dez-momentos-dos-mundiais-8703961.html

Chi è Vito Troilo

Giornalista pubblicista. Caporedattore, oltre che responsabile della redazione sportiva, di Bisceglie in diretta.
Si occupa di cronaca, attualità, politica e spettacoli oltre che di sport. È grande appassionato delle tematiche che riguardano l’Europa orientale.
Ha praticato calcio, pallacanestro e atletica leggera, è stato allenatore e dirigente di pallacanestro. Ha cominciato a scrivere articoli all’età di 10 anni. Ha collaborato con diversi quotidiani, tv, radio e riviste specializzate. Ha realizzato centinaia di telecronache e radiocronache sportive. Cura uffici stampa e campagne promozionali.

Article source: http://www.bisceglieindiretta.it/seconda-categoria-pari-e-rimpianti-per-il-don-uva-nello-scontro-diretto-di-stornarella/

Azzurri di Gloria è di proprietà di Luca Lovelli
CF: LVLLCU87T16F965K
email [email protected]

Article source: https://www.azzurridigloria.com/news-nuoto-sincronizzato/

LISBON, July 10 (Xinhua) — Three high-ranking Portuguese
officials have resigned amid an investigation into improper conduct
in public office, according to local media reports on Monday.

The public prosecutors office said Monday that the accused were
secretaries of state of internationalization Jorge Costa Oliveira,
of tax affairs Fernando Rocha Andrade, and of industry Joao
Vasconcelos.

They could face up to five years imprisonment according to
anti-corruption law.

Portuguese Prime Minister Antonio Costa said in a statement
issued late Sunday that he had accepted the resignation of the
three state secretaries.

The three men were found to have been paid by the Portuguese
energy company Galp for their travel, accommodation, and match
tickets for the Euro 2016 soccer tournament in July last year in
France. Portugal won the tournament for the first time in the
country’s soccer history.

However, Galp reaffirmed in a statement on Monday the legality
of what it called a “traditional practice,” saying the company’s
sponsorship had “no other purpose than to support the national
team.” Enditem

Article source: http://news.xinhuanet.com/english/2017-07/11/c_136433089.htm

Subscrever

Carlos Fernandes chegou a casa e mal confirmou na televisão que as declarações de Becali a seu respeito eram mesmo verdadeiras, apanhou o primeiro avião e voltou a Portugal. “Nunca falava com os jogadores e só o víamos na televisão, com notícias em que era acusado de tentar comprar jogadores de equipas que iríamos defrontar”, acrescenta.

O atual guardião do Vilafranquense descreve o dono do FCSB “como um típico novo-rico, que andava a pastar ovelhas no monte, mas de repente ganhou uma grande fortuna e não tem respeito por nada nem ninguém. Até ao capitão de equipa, que era afilhado dele, fez o mesmo que a mim!”, acusa.

Ao contrário do guarda-redes, Filipe Teixeira até tem boa impressão deste homem polémico. “Falámos quando cheguei ao clube e pareceu-me uma pessoa normal. Foi uma curta conversa, que correu bem… Claro que é uma pessoa espontânea, mas acho que tem bom coração”, sublinha.

O Steaua era o clube do Exército romeno desde a sua fundação, em 1947, mas em 2003, com a privatização, o Exército perdeu o controlo para Gigi Becali, que depois quis registar a marca como sua propriedade. E de facto conseguiu-o, mas em 2013 o Supremo Tribunal de Justiça devolveu a propriedade ao Ministério da Defesa romeno. O Steaua passou a ser designado por FCSB, ou seja, algo como Futebol Clube Steaua Bucareste.

Becali chegou a ser deputado no Parlamento europeu e no seu país. Entre 2004 e 2012, foi o principal responsável do Partido da Nova Geração, de orientação democrata cristã, mas que depois se tornou um partido ultranacionalista. De resto, foram várias as suas tiradas racistas. Em 2008, depois de contratar o extremo português Semedo ao Cluj, saiu-se com estas palavras: “Não gosto de pretos, mas não posso fazer nada, pois ele é um jogador bom demais para o deixarmos com os húngaros.” Na altura, acusava o Cluj de ser financiado pela maçonaria húngara.

Homofóbico, proibiu canções dos Queen no estádio do Steaua, devido à assumida homossexualidade do vocalista Freddie Mercury. E deixou de contratar um jogador búlgaro quando tudo estava praticamente acordado quando ouviu rumores de que era gay. “Adoro gays, mas não os podemos ter nas equipas de futebol, pois os jogadores estão nus no balneário. Basta haver um homossexual no plantel para deixarmos de ganhar”, justificou. As mulheres também não escapam, dizendo que “perdem completamente o valor depois de darem à luz”. A respeito da cantora Lady Gaga, afirmou isto: “Ela é Satanás! Quando a vejo na TV, cuspo no ecrã e mudo logo de canal.”

Os treinadores entram e saem do clube a uma velocidade estonteante e a justificação é dada pelo próprio dono: “Quem manda aqui sou eu, isto não é uma democracia!” Em 2010, Ilie Dumitrescu, por exemplo, demorou apenas um mês no banco, tendo sido afastado por ser “muito muçulmano”.

Apesar de todas estas situações, Gigi Becali é adorado por uma imensidão de fãs e quando esteve preso a página do Facebook Libertem Gigi teve mais de 73 mil seguidores.

Article source: http://www.dn.pt/desporto/interior/as-incriveis-historias-de-becali-o-dono-do-fcsb-8702321.html

Subscrever

A tarefa já parecia difícil. Apesar da prova de vida dada pela estafeta jamaicana nas meias-finais – onde fez 37,95 segundos, melhor marca dos caribenhos neste ano -, EUA e Reino Unido partiam como favoritos e rapidamente se destacaram na frente, na final. Bolt recebeu o testemunho para o último segmento no 3.º lugar, atrás de norte–americanos e britânicos. E, quando tentou forçar o andamento na aproximação à meta, esboçou um esgar de dor, agarrou-se à coxa e ficou a mancar: uma lesão muscular roubou-lhe a hipótese de lutar pela última medalha da carreira (mesmo que na altura o ouro já parecesse uma miragem).

O jamaicano deixou-se cair no chão, desolado, enquanto os britânicos celebravam um impactante triunfo (37,47 segundos), à frente dos EUA (37,52) e do surpreendente Japão (38,04). A custo, e já sem contar para a classificação oficial, lá cortou a meta, apoiado pelos colegas de equipa. E, rejeitando a oferta de uma cadeira de rodas (para não forçar ou agravar a lesão) saiu de pé – longe da glória sonhada e da ambicionada 15.ª medalha em Mundiais (esse recorde ficou ontem na mão da estado-unidense Allyson Felix, ouro na estafeta 4×100 metros feminina).

No adeus, os compatriotas tentavam relativizar a desilusão. “Isto são os campeonatos mundiais. E, no fim de contas, ele é humano”, notou Julian Forte, um dos membros da estafeta jamaicana. “Ele deu o seu melhor e nós apoiamo–lo”, acrescentou o velocista.

O apoio foi visível (e audível) no momento em que Bolt deixou a pista do Estádio Olímpico de Londres, como o fora em cada segundo que o jamaicano passou em prova desde que se tornou uma estrela mundial (ao pulverizar pela primeira vez os recordes de 100 e 200 metros), nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008. Afinal, o desfecho foi amargo mas o legado é mesmo inesquecível.

Article source: http://www.dn.pt/desporto/interior/uma-amarga-despedida-sem-ouro-nem-gloria-no-fim-da-era-de-bolt-8702544.html

A yogurt has never made us thirsty before.

In a new commercial for the German yogurt company, Müller, a sculptor creating an Atlas-esque statue accidentally chisels off the hunky model’s member after a woman outside his studio screams in surprise over her fat free yogurt.

The model drops his giant earth and covers up his own set of globes as he chases the rolling earth through the courtyard past the woman who is too busy enjoying her snack to notice.

We have to give credit to a commercial that accomplishes to be both creamy and dreamy.

Article source: http://www.newnownext.com/nude-model-yogurt-commercial/05/2017/

LISBON (Reuters) – Portuguese authorities have informed Europol and Interpol of the theft of grenades and ammunition from a military arms depot, the defence ministry said on Friday.

The army said in a statement “offensive grenades and 9 mm ammunition” had been stolen in the robbery that took place on Thursday, without giving further details.

A spokesman at the defence ministry said international police authorities – Europol and Interpol – had been informed.

Daily Diario de Noticias reported four grenade launchers had been stolen along with 120 grenades, 1,500 bullets and 20 tear-gas grenades.

Reporting By Axel Bugge

Article source: http://uk.reuters.com/article/uk-portugal-grenades-idUKKBN19L25T

L’attuale sessione di #Calciomercato ha visto assolute protagoniste due delle squadre più blasonate al mondo. Sia la #Juventus, che il Barcellona, sono state al centro delle principali notizie sportive, per due inaspettate cessioni [VIDEO]. Pochi si aspettavano infatti che la dirigenza bianconera potesse cedere Leonardo Bonucci ai rivali del Milan. Stesso stupore per la cessione di Neymar al Paris Saint-Germain.

Barcellona e Juventus in contatto in questa sessione di calciomercato

Juventus e Barcellona sono però state protagoniste di un’altra importante voce di mercato. Gli spagnoli, una volta ceduto Neymar, hanno mosso il loro interesse nei riguardi dello juventino Paulo Dybala.

Per qualche settimana si è anche creduto che tale operazione potesse veramente concretizzarsi. Nelle ultime ore, specialmente dopo l’assegnazione della ‘10‘ all’argentino, le voci di calciomercato su Dybala al Barcellona si sono invece definitivamente placate. Chiaro che Beppe Marotta ha ‘fatto muro’ sulla possibile cessione del top player che si trova in rosa, e adesso che farà lo stratega bianconero?

Juventus, acquisto in arrivo dalla Liga?

Aria di rivoluzione in casa Barcellona. Archiviata la partenza di Neymar, il club spagnolo ha intenzione di rivoluzionare parte della rosa. Stando alle ultime indiscrezioni, a rischio adesso ci sarebbe Sergi Roberto. Il calciatore non pare essere nei piani del Barcellona, che quindi potrebbe decidere di lasciarlo partire. Le indiscrezioni di calciomercato riportate da “Sport.es”, ci rivelano che su Roberto ci sarebbe l’interesse della Juventus.

Operazione certamente non facile per Marotta e company, visto che il calciatore ha sulle spalle una clausola da 40 milioni di euro. La cifra non pare proibitiva, visto che i bianconeri hanno già lasciato intuire di essere disposti a spendere circa 30 milioni di euro per un nuovo top player a centrocampo.

Stando sempre a “Sport.es”, il calciatore avrebbe chiesto al Barcellona di essere ceduto. E’ parso chiaro di capire che il ragazzo abbia voglia di giocare, anche al costo di doversi spostare dal suo attuale team. La Juventus sarebbe la squadra adatta per dimostrare il suo reale valore. La stessa società juventina ne trarrebbe beneficio [VIDEO], difficile mettere in dubbio l’esperienza e la bravura del calciatore. Su Sergi Roberto potrebbe però aver messo gli occhi anche Antonio Conte, ex allenatore della Juventus. #Barcellona F.C.

Article source: http://it.blastingnews.com/calcio/2017/08/calciomercato-juventus-trattativa-a-sorpresa-tra-i-bianconeri-e-il-barcellona-001922039.html

Era o nome maior de todo o cartaz do festival Meo Marés Vivas 2017 e não desiludiu, nem surpreendeu. A frase pode dar a ideia de que o concerto de Sting não foi nada de especial, o que não é, de todo, verdade. Há dois anos, no Super Bock Super Rock, assistimos ao mesmo desfile de sucessos do ex-Police, misturados com algumas canções novas. Testemunhámos a mesma sintonia entre público e banda, vimos a forma como o músico inglês domina por completo milhares de pessoas. Este domingo à noite, voltou a fazer o mesmo 300 quilómetros a norte, na Praia do Cabedelo, em Gaia. Não houve surpresas, mas também não é preciso que haja. Cada pequena coisa que ele faz é mágica.

Sorridente e elegante, Sting chegou ao palco com uma canção dos Police na manga, “Synchronicity II”. De baixo nas mãos e acompanhado por mais cinco músicos, incluindo o filho Joe Sumner, que horas antes tinha tocado sozinho no mesmo palco, o “English man in New York” tinha disco novo para apresentar — 57th 9th saiu em novembro de 2016 — e havia alguma curiosidade para ver de que forma misturaria as novas canções com os hinos que meio mundo sabe trautear.

Tratando-se de um festival, Sting sabe que o que a malta quer é cantar bem alto faixas antigas como “If I ever lose my faith in you”, de 1993, acompanhando os agudos do inglês de 65 anos, que continuam infalíveis. “Spirits in the material world”, outra dos Police, chegou com nova roupagem. “English man in New York” era apenas a quarta canção a ser tocada naquele recinto com o Douro como vizinho mas, a julgar pelo envolvimento do público, vozes e palmas em ação, mais parecia o final apoteótico de um grande concerto.

© Divulgação

Sting podia dar cursos a muitas bandas experientes sobre como proporcionar ao público uma noite inesquecível. É ele o centro das atenções, mas sabe dar protagonismo aos competentes músicos que o acompanham, nos momentos certos das canções. Sabe chamar 25 mil pessoas a fazerem parte do espetáculo. Fala português como se aqui vivesse: “Muito obrigado. Estou muito feliz de estar aqui com vocês”, disse, antes de apresentar a banda toda também em português. Mantém de tal forma o ritmo em alta que, mesmo quando se atira a músicas novas, como “Petrol Head” ou “50.000”, o público continua a bater palmas, como se de mais um hit se tratasse.

Não seria difícil fazer um concerto só de hits, e este, na verdade, quase foi. Mas como deixar de fora a melodia mágica de “Every little thing she does is magic” ou a belíssima “Fields of Gold”, abrilhantada com harmonias de vozes e um acordeão a fazer tão bem a parte de solo de guitarra. A Praia do Cabedelo soube fazer barulho quando tinha de o fazer, mas também soube fazer silêncio para escutar.

“O teu pai está um pouco cansado”, disse a certa altura, bem disposto e em português, a Joe Sumner, deixando o filho sozinho em palco. Quem não tivesse visto a troca podia pensar que Sting se mantinha em palco, tal é a parecença das vozes dos dois. Preferíamos ter ficado com Sting a cantar esta canção, “Ashes to Ashes”, de David Bowie, mas percebe-se que o pai queira dar-lhe protagonismo.

“Roxanne” chegou em versão meio funk, com “Ain’t no Sunshine” pelo meio. No fim, os seis saíam do palco mas não enganaram ninguém. Haveriam de voltar para dois encores, claro. Ainda faltavam “Every Breath you Take” e “Fragile”. E faltava o maior aplauso, o da despedida. Haverá reencontro? Quem sabe. Será parecido com o que aconteceu em Vila Nova de Gaia este domingo? Provavelmente. Valerá a pena ir? A resposta está na hora e meia que acabámos de testemunhar.

Na semana passada, o Observador avançou que esta iria ser a última edição do Marés Vivas na Praia do Cabedelo. No balanço final do festival, Jorge Silva, da PEV Entertainment, promotora do evento, não quis avançar ainda a nova morada. Mas assegurou que os festivaleiros podem marcar no calendário o fim de semana de 20 de julho de 2018. “Ainda não sabemos se será quinta-feira, sexta-feira e sábado ou sexta-feira, sábado e domingo”, disse aos jornalistas.

Este é o último Marés Vivas na Praia do Cabedelo. Novo recinto será muito maior

Assegurado está o patrocinador principal, a Meo, que assinou um contrato por mais três anos, e o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia. Ambos frisaram que o próximo ano precisará de “força suplementar”. “O festival tem de crescer e aqui não tem margem”, disse o presidente da Câmara, Eduardo Vítor Rodrigues.

A lotação por dia é de 25 mil pessoas e, como o recinto é estreito e há bancas de patrocinadores a toda a volta, por vezes é difícil circular. Neste último dia, o palco secundário só teve dois concertos, o que significa que quem queria ouvir música entre o final dos Átoa e o início de Joe Sumner no palco principal, só tinha como hipótese o barulho imenso de stands tão díspares como o da Rádio Comercial, Atum Bom Petisco, BenJerry’s ou dos preservativos Control. De resto, apenas um palco esteve em funcionamento durante este período, o da comédia. O palco comédia está mesmo ao lado do palco secundário e os dois não podem funcionar ao mesmo tempo. Conclusão: nenhum palco funcionou ao mesmo tempo que outro, deixando poucas hipóteses aos festivaleiros.

A ideia da organização é afirmar o Marés Vivas como “um dos principais festivais da Europa”, disse Jorge Silva. Para isso, será preciso reforçar o cartaz. A nova localização deverá ser mais ampla e acolher até 40 mil pessoas por dia, tinha dito ao Observador Jorge Lopes, da PEV Entertainment. “Hoje e ontem andaríamos perto de duplicar caso tivéssemos espaço para isso. Por isso é pertinente o novo espaço. Queremos uma programação diferente”, realçou este domingo Jorge Silva.

Alinhamento do concerto de Sting no festival Marés Vivas 2017

Synchronicity II
If I ever lose my faith in you
Spirits in the material world
English man in New York
Every little thing she does is magic
She’s too good for Me
Petrol Head
Fields of Gold
Shape of my Heart
Message in a Bottle
Ashes to Ashes (David Bowie)
50.000
Walking on the Moon
So Lonely
Desert Rose
Roxanne / Ain’t no Sunshine

Next to You
Every Breath you Take

Fragile

Article source: http://observador.pt/2017/07/17/nunca-perderemos-a-fe-em-sting/

Subscrever

Ulisses Correia e Silva salientou que o casamento entre pessoas do mesmo sexo não está na agenda política do Governo, mas garantiu que “se estiver será discutida”.

“Não temos nenhum problema relativamente a esta matéria. Não está na agenda política do Governo, não foi discutida”, prosseguiu o chefe do Governo, afirmando que é preciso fazer o debate sobre o assunto com tolerância e respeitando a “liberdade de expressão total”.

“Em relação a esta matéria, tenho máxima de tolerância, não tenho estigma, nem preconceitos. Agora, não pode haver também intolerância a quem se posicione contra. As pessoas são livres de ter o seu posicionamento, quando chegar o momento político, sim, teremos sobre a mesa decisões que têm que ser tomadas, se for o caso”, terminou.

A posição de Miguel Monteiro surge depois de, na sequência do Dia do Orgulho Gay, a comunidade LGBT de Cabo Verde ter reclamado o direito à união de facto e ao casamento entre pessoas do mesmo sexo.

A declaração suscitou críticas, mas também elogios à “coragem” e manifestações de concordância com Miguel Monteiro, que defendeu o seu direito a ter opinião e reafirmou o seu juízo em resposta a vários comentários dos internautas.

Article source: http://www.dn.pt/lusa/interior/pm-de-cabo-verde-diz-que-casamento-homossexual-nao-esta-na-agenda-politica-do-governo-8628286.html

A gay couple in Brazil received the surprise of a lifetime when they came home to a letter from Pope Francis congratulating them on baptizing their three children.

In June, Toni Reis, head of the Brazilian LGBT organization Grupo Dignidade, sent a note to the Vatican sharing the news that his kids Alyson, Jessica, and Felipe, had all been baptized. Even so, the response from Francis, written on official Vatican letterhead, was “unexpected,” Reis told The Washington Blade.

“We are extremely pleased to have received this unexpected message and what it means for families with same-sex parents.”

The letter congratulated Reis and his partner David Harrad, stating that “Pope Francis wishes you happiness, invoking for your family the abundance of divine graces in order to live steadfastly and faithfully as good children of God and of the church.” It was written in Portuguese by Monsignor Paolo Borgia of the Vatican Secretariat of State.

Later, officials from the papal office released a statement noting that the correspondence was a typical courtesy response and not indicative of the pontiff’s political leanings.

Pope Francis has a complex history with the LGBT community: Despite multiple statements condemning transgender people and gender-nonconformity, he welcomed Luxembourg’s gay prime minister and his husband to the Vatican earlier this year. Francis has also called on the Church to apologize for its historical persecution of LGBT people.

Article source: http://www.newnownext.com/pope-congratulates-gay-couple-baptism/08/2017/

LISBON, June 15 (Xinhua) — Portuguese President Marcelo Rebelo de Sousa expressed solidarity with the Portuguese victims of the fire at Grenfell Tower in London on Thursday.

“It is a complicated situation which has stabilised, but is still complicated. What we hope is that (people’s) state of health will evolve favorably,” Rebelo de Sousa told journalists in Porto, northern Portugal, according to Lusa news agency.

The death toll in the fire that engulfed the 24-story building has risen to 17, and firefighters are still searching for victims.

The tragedy has caused the British authorities to open an investigation and to review safety conditions at large buildings across the country.

Article source: http://news.xinhuanet.com/english/2017-06/16/c_136369112.htm

Subscrever

No último dia, para além de discursar no encerramento, juntamente com a coordenadora do BE, Catarina Martins, o candidato do BE à Câmara de Lisboa irá participar num painel intitulado “Cidades partilhadas, gentrificação, turistificação”, no qual estarão também presentes um ativista de Berlim e uma responsável de Barcelona nesta área.

“O contexto político nacional e, em particular, o acordo com o PS estão bastante presentes porque todos os temas que discutimos para o país estão presentes neste Fórum Socialismo”, considerou.

De acordo com Ricardo Robles, o debate do Orçamento do Estado para 2018 é “o debate que, depois das autárquicas, marcará a agenda política”.

“Aliás, nós já avançámos com essa questão há várias semanas e, naturalmente, que o Fórum Socialismo abordará esse momento de negociação que irá existir”, antecipou.

A abertura do Socialismo 2017 está marcada para a noite de sexta-feira, com o debate de “As tarefas da esquerda na era de Trump”, com participação da antiga candidata presidencial Marisa Matias, do fundador do BE Luís Fazenda e da ativista e cofundadora do movimento “People for Bernie” Winnie Wong.

“Repressão em Angola”, “Portugal na fábula de David Ricardo aplicada à competitividade fiscal” (com a deputada Mariana Mortágua), “Bombeiros e Proteção Civil – que modelo queremos?”, “Como combater o terrorismo?” e “É possível mudar a UE?” (com o socialista João Galamba e o bloquista José Gusmão) são alguns dos debates de sábado.

Já no domingo, entre os vários painéis, as discussões serão sobre a “Venezuela”, o “Eucaliptal”, “A vacinação deve ser obrigatória?” (com o pediatra Mário Cordeiro), “Jogos de poder e Guerra dos Tronos (com líder da bancada parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares) e “Comunidade cigana em Portugal”.

Article source: http://www.dn.pt/lusa/interior/venezuela-eucaliptos-e-temas-autarquicos-entre-os-mais-de-50-debates-da-rentree-do-be-8692490.html

Subscrever

No último dia, para além de discursar no encerramento, juntamente com a coordenadora do BE, Catarina Martins, o candidato do BE à Câmara de Lisboa irá participar num painel intitulado “Cidades partilhadas, gentrificação, turistificação”, no qual estarão também presentes um ativista de Berlim e uma responsável de Barcelona nesta área.

“O contexto político nacional e, em particular, o acordo com o PS estão bastante presentes porque todos os temas que discutimos para o país estão presentes neste Fórum Socialismo”, considerou.

De acordo com Ricardo Robles, o debate do Orçamento do Estado para 2018 é “o debate que, depois das autárquicas, marcará a agenda política”.

“Aliás, nós já avançámos com essa questão há várias semanas e, naturalmente, que o Fórum Socialismo abordará esse momento de negociação que irá existir”, antecipou.

A abertura do Socialismo 2017 está marcada para a noite de sexta-feira, com o debate de “As tarefas da esquerda na era de Trump”, com participação da antiga candidata presidencial Marisa Matias, do fundador do BE Luís Fazenda e da ativista e cofundadora do movimento “People for Bernie” Winnie Wong.

“Repressão em Angola”, “Portugal na fábula de David Ricardo aplicada à competitividade fiscal” (com a deputada Mariana Mortágua), “Bombeiros e Proteção Civil – que modelo queremos?”, “Como combater o terrorismo?” e “É possível mudar a UE?” (com o socialista João Galamba e o bloquista José Gusmão) são alguns dos debates de sábado.

Já no domingo, entre os vários painéis, as discussões serão sobre a “Venezuela”, o “Eucaliptal”, “A vacinação deve ser obrigatória?” (com o pediatra Mário Cordeiro), “Jogos de poder e Guerra dos Tronos (com líder da bancada parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares) e “Comunidade cigana em Portugal”.

Article source: http://www.dn.pt/lusa/interior/venezuela-eucaliptos-e-temas-autarquicos-entre-os-mais-de-50-debates-da-rentree-do-be-8692490.html

Gli appassionati di buone letture in estate vivono il momento migliore. Da una parte si ha più tempo per dedicarsi ai libri, dall’altra ci sono tantissimi festival, con reading, interviste, incontri. Appuntamenti sempre interessanti, che coinvolgono i lunigianesi pronti ad ascoltare e a confrontarsi, quelli della mini rassegna NON DITELO ALLE ZANZARE promossa ad Aulla dal circolo arci Agogo, col patrocinio del Comune di Aulla (MS)

NON DITELO ALLE ZANZARE è uno spazio di condivisione per lettori/lettrici aperto, promosso dal gruppo di lettura nato all’ interno del circolo arci Agogo lo scorso inverno.

Al centro della rassegna non vi sono solo i libri, ma ciò che si condivide come lettori: il piacere della lettura. Attraverso il “racconto della propria lettura” ogni partecipante offre occasioni per scoprire altri modi di leggere; partendo dallo stesso libro si colgono aspetti diversi, inoltre la condivisione consente di comprendere cosa si cerca nella lettura e perché. L’arricchimento del gusto, lo sperimentare nuovi autori, l’avvicinarsi ad altre esperienze di lettura, altre tendenze, conoscere nuove persone, confrontarsi e nella diversità e nella discussione migliorare e crescere, sia sul piano culturale che in termini di partecipazione e coinvolgimento della popolazione.

Mercoledì 9 Agosto alle 21,30 presso i Giardini popolari M. Guidoni di Aulla avrà luogo il secondo appuntamento de NON DITELO ALLE ZANZARE, dal titolo “Estate da Leggere e Libri da Sdraio” .

“Si tratta di una allegra e piacevole serata da trascorrere al fresco dei giardini, godendo di una buona conversazione e perché no di una fetta d’ anguria offerta dai soci e dalle socie di Agogo. Tutti sono benvenuti, lettori forti, lettori distratti, curiosi, ed anche coloro che fino ad oggi non hanno mai avuto voglia di leggere niente altro che le notizie sportive. Fra i soci che ci aiuteranno a rompere il ghiaccio e dare avvio alla chiacchierata sui libri dell’ estate vi sono Vittorio D’ Auria, Stefano Araldi, Valentina Cultrera, Norberto Petriccioli, Maria Grazia Ciuffardi ma confidiamo nella partecipazione di molti altri ancora, l’ incontro infatti è aperto e si presta ad interventi , commenti vivaci”

Article source: https://ecodellalunigiana.it/2017/08/08/non-ditelo-alle-zanzare-secondo-incontro-domani-ad-aulla/

Subscrever

O português António Guterres lembrou ainda que os sobreviventes do bombardeamento atómico do Japão “enviam uma mensagem heróica ao mundo” e são a memória dos “devastadores efeitos destas armas”.

A cerimónia decorreu no Parque da Paz, situado na zona sobre a qual explodiu a bomba nuclear, e começou às 08:15 (00:15 de domingo em Lisboa) com um minuto de silêncio.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, sublinhou a necessidade de as potências nucleares e os restantes países “se empenhem para conseguir um mundo verdadeiramente limpo de armas atómicas”.

O Japão “está decidido a liderar a comunidade internacional, mantendo os princípios de não produzir ou possuir armas nucleares, nem de permitir a entrada em território nacional e pedindo a todos os países para tomar medidas idênticas”, disse Abe.

Na cerimónia em Hiroshima participaram representantes de cerca de 80 países e da União Europeia, incluindo potências nucleares como o Reino Unido, França, Estados Unidos ou Rússia.

A 06 de agosto de 1945, às 08:15 locais, um bombardeiro B-29 norte-americano, o “Enola Gay”, largava sobre a cidade de Hiroshima a bomba atómica “Little Boy”. Três dias mais tarde, a 09 de agosto, um segundo engenho atómico “Fat Man” explodia sobre Nagasaki (sudoeste).

Em Hiroshima morreram 140 mil pessoas e em Nagasaki 70 mil. A 15 de agosto, o imperador japonês Hirohito aceitava a rendição incondicional e a Segunda Guerra Mundial chegava ao fim.

Article source: http://www.dn.pt/mundo/interior/mundo-livre-de-armas-nucleares-continua-longe---antonio-guterres-8687860.html

Subscrever

O português António Guterres lembrou ainda que os sobreviventes do bombardeamento atómico do Japão “enviam uma mensagem heróica ao mundo” e são a memória dos “devastadores efeitos destas armas”.

A cerimónia decorreu no Parque da Paz, situado na zona sobre a qual explodiu a bomba nuclear, e começou às 08:15 (00:15 de domingo em Lisboa) com um minuto de silêncio.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, sublinhou a necessidade de as potências nucleares e os restantes países “se empenhem para conseguir um mundo verdadeiramente limpo de armas atómicas”.

O Japão “está decidido a liderar a comunidade internacional, mantendo os princípios de não produzir ou possuir armas nucleares, nem de permitir a entrada em território nacional e pedindo a todos os países para tomar medidas idênticas”, disse Abe.

Na cerimónia em Hiroshima participaram representantes de cerca de 80 países e da União Europeia, incluindo potências nucleares como o Reino Unido, França, Estados Unidos ou Rússia.

A 06 de agosto de 1945, às 08:15 locais, um bombardeiro B-29 norte-americano, o “Enola Gay”, largava sobre a cidade de Hiroshima a bomba atómica “Little Boy”. Três dias mais tarde, a 09 de agosto, um segundo engenho atómico “Fat Man” explodia sobre Nagasaki (sudoeste).

Em Hiroshima morreram 140 mil pessoas e em Nagasaki 70 mil. A 15 de agosto, o imperador japonês Hirohito aceitava a rendição incondicional e a Segunda Guerra Mundial chegava ao fim.

Article source: http://www.dn.pt/lusa/interior/mundo-livre-de-armas-nucleares-continua-longe---antonio-guterres-8687860.html

Veja o filme aqui.

Apesar de algumas reações negativas aquando do lançamento da página de Facebook, os responsáveis pelo filme afirmam ter recebido muitas mensagens positivas.

“Os temas LGBTQ estão obviamente à frente de tudo, mas, em última análise, é uma história sobre paixão. Toda a gente, até crianças gay, passam por isso”, disse Beth David.

Article source: http://www.dn.pt/media/interior/curta-metragem-sobre-criancas-gay-torna-se-viral-8683299.html

Assemblies of God

St. Paul Evangelical Church —451 Lowell St., 781-863-0500, stpaulevangelical.org Rev. Brent Maracle, Sr. Pastor.Sunday School Classes, 9:30 a.m.; Sunday Services, 10:30 a.m. and 6:30 p.m.; Sunday 6:30 p.m. Royal Rangers and Girl’s Ministries.; Bible Study, Tuesday at 10:30 a.m.; Adult Workshop, Tuesday at 7 p.m.; Adult Workshop, Wednesday at 7 p.m.; Thursday (seniors) at 10:30 a.m.; Friday (teens) at 7 p.m.

Baptist

First Baptist Church —3 Winn St., Woburn; 781-933-3008; fax 781-938-0198; fbcwoburnMA@aol.com; the Rev. Mary Bettencourt. Office hours: 10 a.m. to 2 p.m., Tuesday, Wednesday, Thursday. Handicap access available. Nursery care provided upon request during worship.Sunday School, 9:30 a.m. for children, ages 6 to 14. Sunday Worship, 10:45 a.m. Monday: noon, AA meeting in social hall; 8:30 p.m. AA meeting in social hall. Tuesday: 6 to 7 p.m., ART Program; 6:30 p.m. Bible Study with Pastor Mary; 7:30 p.m. Women’s NA meeting. Thursday: Thrift Shop on Park Street open, 10 a.m. to 1:30 p.m.; ample parking at the rear of the church. Friday, 6 to 8 p.m., ART Program. Saturday: 7 to 9 p.m. Woburn Survival NA meeting in social hall.

Anchor Baptist Church of Woburn —29A Montvale Ave., Woburn; 781-932-0765; theoffice.net/anchorbaptist; Anchor Baptist@juno.com; Pastor Chris Pledger. Sunday: 9:45 a.m. Sunday school for all ages (50+ classes to choose from); 11 a.m. Sunday morning service; 12:30 p.m. Spanish Dept. services; 12:30 to 5:30 p.m. “Amen Treasure” Club (11-17-years-old); 5:45 p.m. Choir practice (youth, teens, adults); 7 p.m. Sunday evening service (all departments). Monday: 2:30 p.m. Nursing Home Ministry. Tuesday: 10 a.m. Ladies outreach Fellowship. Wednesday: 6:15 p.m. Sunday School worker’s meeting; 7:30 p.m. Mid-week Bible Study. Thursday: 6:30 p.m. Witnessing Training Clubs; 7 p.m. Church-wide outreach. Saturday: 9 a.m. Church worker’s breakfast and visitation; 8 p.m. Men’s Prayer Meeting.

St. John’s Baptist Church —38-40 Everett St., Woburn; 781-935-4314; sjbc.org; the Rev. Dr. Neal Pearson, pastor, Minister Neal Pearson, Minister Henry Johnson, Minister John Page.Sunday School — 9:40 a.m. Sunday Morning Worship Service — 11 a.m. Tuesday — Prayer/Share and Bible Study 7:30 p.m. Wednesday — Noon Day Bible Study 12 p.m. Dinner available on Friday evenings 7 p.m. (donations accepted). Friday Family Bible Study 8 p.m. (men, women, youth ages 2 years through high school).

Congregational

North Congregational Church in Woburn— 896 Main St., Woburn; 781-933-1229; email: office@northchurchwoburn.org; the Rev. Dr. Marian Williams. Sunday morning worship, 10 a.m. Church School and child care available. Fellowship hour at 11 a.m. Holy Communion first Sunday of each month. Tuesdays: Al-Anon at 7:30 p.m.

First Congregational Church in Woburn— 322 Main St., Woburn; 781-933-1642; Email: fcw1642@verizon.net Pastor Rev. Dr. Richard Weisenbach; Sandra Dickinson, administrative assistant; Marguerite Upton, soloist; Renelle Hebert, guest pianist; Matthew Nugent/Wendy Cunha, AV tech. Tuesday Bible Studies Prayer, 11 A.m. and noon; Sunday Worship, 10 a.m. Office hours: Tuesday, Thursday, Friday. 8 a.m. to noon. Pastor Rich’s phone, 339-203-1600 or email pastorweisen@yahoo.com. Visit us on the web: firstcongchurch.vzwebsites.com.

Episcopal

Trinity Episcopal Church —535 Main St., Woburn, 781-935-0219, email: trinityofwoburn@msn.com, web: trinityofwoburn.info. Rector: The Rev John Conn. Worship Schedule: 8 and 10 a.m. Holy Eucharist Service; 9:45 a.m. Sunday school for preschool through grade 9. Weekly Events: Fridays – 10 a.m. to 2 p.m. Thrift Shop. The Dwelling Place: a meal offered without charge at 5:45 p.m. Monday, Wednesday and Saturdays at the United Methodist Church, 523 Main St. Holy Week at Trinity: Maundy Thursday Service, 7 p.m. March 24; Good Friday Service, noon March 25; Sunday of the Resurrection Services, 8 and 10 a.m. March 27.

Saint Elizabeth’s Episcopal Church– 4 Forest St., Wilmington. 978-658-2487. The Rev. Chris Fike, priest-in-charge. On the web at stelizabethswilmington.org, or like us at facebook.com/stelizabethswilmington. Sunday services at 10 a.m. Sunday School and infant/child care provided during the service. Coffee hour follows.

Lutheran

The Lutheran Church of the Redeemer— 60 Forest Park Road, Woburn; 781-933-4600; redeemerwoburn.org; office@redeemerwoburn.org; the Rev. Cindy Jacobsen, pastor. Sunday: 9:30 a.m., Holy Eucharist; 10:30 a.m., Hospitality; 10:45 a.m., Education Hour. Nursery care provided. Methodist

United Methodist Church of Woburn —523 Main St., Woburn; office phone: 781-935-6824; Email: umcwoburn@gmail.com Pastor: Rev. Yoo-Yun Cho-Chang. The church is fully handicap acessible and has Hearing Assistance in the sanctuary. Sunday: 10 a.m. Worship Service, Nursery Care provided; 10:30 a.m. Church School; 11:15 a.m. Coffee Hour. Home to community programs including The Dwelling Place (a soup kitchen), serving M-W-Sat., 5:45 p.m., and the YMCA International Learning Center (781-935-6499).

Non- denominational

Grace Chapel —59 Worthen Road, 781-862-6499; fax 674-2824. For general information visit grace.org or e-mail communications@grace.org. The Lord’s Gathering —39 Dragon Court, Woburn; tlgchurch.com; Pastor Joe Gulino. Sunday: 10 a.m., worship services and children’s church; nursery care provided; 10:30 a.m., “Teen Encounters” with youth service. Friday: 6:45 to 9 p.m., X-Link Youth Group meets. Small groups meet throughout the week.

GENeSIS —35 Olympia Ave, Woburn. For more information visit genesisthejourney.com, or e-mail begin@genesisthejourney.com. Sunday Worship Gathering at 9 a.m., 11 a.m. and 5:30 p.m., with kids programming at all three services. Lead Pastor: Michael Davis Church of the Living God —205 Cambridge Road, Woburn. Full Gospel/Spirit-filled services Sunday 11 a.m.; Wednesday 7:30 p.m. Bible study; Thursday 7:30, nursery and children’s church. Jesus is Lord.

Orthodox

Annunciation of the Virgin Mary Greek Orthodox Church —70 Montvale Ave., Woburn. 781-935-2424. Rev. Dr. Peter G. Rizos, annunciationwoburn.com Sundays Orthos – 8:30 a.m. Divine Liturgy – 9:30 a.m.

Presbyterian

Burlington Presbyterian Church —335 Cambridge St.; The Rev. Roderick A. MacDonald, pastor; 781-272-9190; nursery school, 781-272-0081. Wheelchair ramp available. burlingtonpres.org.

Roman Catholic

St. Barbara’s Parish —138 Cambridge Road, Woburn; Rectory: 781-933-4130; Web: woburncatholic.org. The Rev. Thomas J. Powers, administrator; the Rev. James V. Kerrigan, deacon emeritus; the Rev. Edward Giordano, deacon; and the Rev. William Kerns, deacon. Mass schedule: 4 p.m. Saturday; 8 and 10 a.m. Sunday; 9 a.m. daily Monday through Saturday. Holy Days are as announced. Rosary followed by morning prayer at 8:25 a.m. Confessions: 3 to 3:45 p.m. Saturday or by appointment Wednesday of Lent, 6:30 to 8 p.m.

Church of St. William —1351 Main St., Tewksbury. Office hours, Monday-Friday, 9 a.m. to 4 p.m., Saturday, 9 a.m. to 1 p.m. Mass schedule: Monday-Friday, 9 a.m., 5:30 p.m. (Labor Day-Memorial Day), Saturday, 9 a.m. and 4 p.m., Sunday, 7:30, 9:30, 11:30 a.m., 5 p.m., Family Mass, 11:30 a.m., second and fourth Sunday.

St. Anthony Parish —851 Main St., Woburn. Fr Richard Shmaruk. Phone: 781-933-1323. Fax: 781-937-3233. Sunday Services: 7:30, 9 and 11 a.m. Confession Saturday, 4:45 p.m.

St. Charles Church —280 Main St., Woburn. 781-933-0300 Fax: 781-932-7581. Pastor Rev. Timothy J. Shea; Associate Priest Fr. Daniel McCoy; Permanent Deacon Rev. Mr. Phillip P. Hardcastle, Jr. Daily Mass Monday through Friday: 6:30 a.m. Saturday: 11:30 a.m. Sunday: 8 a.m. (Lower Church); 10 a.m. (Upper Church) 10 a.m. Missa em Português (no piso inferior da igreja); Noon in English (Upper Church); noon Misa en Español (La Planta Baja) 5:30 p.m. (Lower Church) From July 1 through Aug. 27, the schedule will be as follows: English language Masses will be at 4 and 5:30 p.m. Saturday in the lower church, 8 a.m. and 5:30 p.m. Sunday in the lower church, and 10 a.m. Sunday in the upper church; Spanish Mass will be at noon Sunday in the lower church; Portuguese Mass will be at 10 a.m. in the lower church. In addition, the church will continue Adoration of the Blessed Sacrament every Thursday from 6:30 to 8:30 p.m. in the upper church, and on third Sundays at 1 p.m. in the lower church.

Jewish

Temple Shalom Emeth —16 Lexington St., Burlington; 781-272-2351; Rabbi Susan Abramson. Monthly Tot Shabbat Saturday morning services. Educational programs for all ages including Preschool, Religious School grades 1-7, Confirmation grades 8-10, and Adult Education. Active Youth Group, Sisterhood, Brotherhood. Interfaith families welcome.

Kehillat Shomer Yisrael —400 West Cummings Park, Suite 6350, Woburn; 781-933-3593; rab@shomeryisrael.org; shomeryisrael.org; Rabbi Aryeh Baruch (Louis) Vos Levitz. An independent contemporary synagogue. Main service: Shabbat morning at 10 a.m.; First Fridays: Kabbalat Shabbat at 7 p.m.; Torah Study and Meditation: Tuesday at 7 p.m.; Shacharit Prayers: Thursday at 7 a.m.; Running a Jewish Home; 10:15, Beginners Hebrew; 11:15 Hallachah.

Temple Isaiah— 55 Lincoln St., Lexington, Rabbi Howard L. Jaffe, Rabbi Jill Perlman, Cantor Lisa Doob; 781-862-7160. website: templeisaia.net. Friday, Aug. 1: 6:15 p.m. Kabbalat Shabbat Service Saturday, Aug. 2: 9 a.m.Shabbat Service Torah Discussion – D’varim (Deuteronomy 1:1-3:22) Temple Emunah — 9 Piper Road, Lexington, 02421, 781-861-0300, Rabbi David Lerner, Assistant 30:2-36:13) Rabbi Michael Fel. Service times: Sunday 9 a.m. and 7:30 p.m.; Monday through Thursday 7 a.m. and 7:30 p.m.; Friday 7 a.m. and 6:15 p.m.; Saturday 9:30 a.m. and afternoon (varies). Web site: TempleEmunah.org

Article source: http://tewksbury.wickedlocal.com/entertainmentlife/20170720/worship-listings

Subscrever

“Temos uma percentagem de 55% de homens e 45% de mulheres, temos um número assinalável de independentes nas nossas listas, 27%, ou seja, mais de um em cada quatro candidatos são independentes”, elencou.

O candidato do BE à presidência da Câmara, lugar ocupado atualmente pelo socialista Fernando Medina, observou também que as listas são compostas por uma “grande diversidade de gentes”, nomeadamente portugueses e estrangeiros, “homens e mulheres de várias proveniências e vários ativismos”, candidatos ligados à luta pelos direitos LGBT, “gente na área da defesa dos direitos dos emigrantes”, ou pessoas ligadas às áreas do trabalho e dos sindicatos.

“Nas listas do Bloco estão os e as fazedoras de cidade, as pessoas que se interessam, que vivem, que lutam no seu bairro, pela sua cidade, nas mais diversas áreas”, sublinhou Ricardo Robles.

No próximo mandato autárquico, o BE espera “ter uma representação forte em todos os órgãos, em todas as freguesias, reforçar a presença na Assembleia Municipal e, naturalmente, conquistar um espaço na Câmara Municipal de Lisboa”.

O candidato, que ocupa o lugar de deputado na Assembleia Municipal, advogou que na Câmara “é que é determinante, aí é que são tomadas as decisões mais importantes”.

“A Assembleia Municipal tem um papel fiscalizador muito importante, mas é na Câmara que passa toda a informação e onde é preciso estar”, elencou, considerando que “os últimos anos na cidade de Lisboa têm sido muito condicionados pelas maiorias absolutas do Partido Socialista, e esse conforto da maioria absoluta, essa autossuficiência, tem feito esquecer os principais problemas da cidade”.

“Por isso”, continuou, “uma presença forte do Bloco na Câmara Municipal de Lisboa pode fazer uma grande diferença”.

Um dos problemas apontados por Robles é a habitação, tema que será “uma bandeira fundamental nesta campanha”.

Na ocasião, o candidato aproveitou também para abordar o tema da saúde, debruçando-se sobre o novo Hospital Lisboa Oriental, apresentado ontem, que irá contar com 875 camas e deverá entrar em funcionamento em 2023, na zona de Chelas.

Desde logo, para o candidato do BE o modelo da Parceria Público-Privada “é errado”, uma vez que os casos já existentes “têm dados os piores resultados”.

Ricardo Robles manifestou também preocupação relativamente ao futuro dos hospitais que compõem o Centro Hospitalar Lisboa Central (Hospital de São José, Santa Marta, D. Estefânia, Curry Cabral, Capuchos e Maternidade Alfredo da Costa), cujas valências serão transferidas para a nova unidade.

“A informação transmitida é muito parca e, portanto, nós estamos muito preocupados com o que será o futuro”, observou, acrescentando que existe uma necessidade de “cuidados de saúde de proximidade” nesta zona da cidade.

Article source: http://www.dn.pt/lusa/interior/autarquicas-be-apresenta-600-candidatos-em-listas-muito-plurais-e-representativas-de-lisboa-8680237.html

Although I converted to Judaism at the age of 19, having been inexplicably drawn to the ways of the Torah, I had no inkling that I was descended from Jews myself. After 44 years of living a Jewish life, through tracing the names in my mother’s family tree, I discovered
that they were Judeo-Spanish names from Catalonia, Spain.

My search led me to get in contact with a distant French relative by marriage, Danielle, the widow of a French fourth cousin. She sent me a link to
a document in the French National Library that contains our family’s tree allWhat, if any, possible knowledge of their Jewish heritage or ancestors was transmitted to them? the way back to Portugal of the 1500s—to Portuguese prince Luis de Beja-Avis (the son of King Manuel), who fell in love with, and married, a Jewish lady, Yolanda, daughter of a noble family of converted Jews. Their marriage was performed quietly—secretly, in fact, because he was the son of Manuel, king of Portugal, and she, from a family of converted Jews. Although they were nobility, they were of sangre soucia, suspected or tainted blood. It was evidently considered the right thing to convert the Jews, but not to marry them.

This document Daniella sent me contains not only the family tree of my
great-grandmother’s mother’s side, but also the story of a famous figure:
Antonio Gomez de Beja-Avis.

Prince Luis de Beja, son of King Manuel (his brother Juan became the next king), and his Jewish wife Yolanda Gomez had two sons, Antonio and Juan, who were Jews according to halachah, but—being from a family of converted Jews—were raised Catholic. Interestingly, they both married Jewish women.

When I read this, I wondered: What, if any, possible knowledge of their Jewish heritage or ancestors was transmitted to them? What did they know about being Jews, and did this have anything to do with choosing Jewish wives, or was that simply a “coincidence”?

This is the poignant story of one of their sons, Antonio, my ancestor. It touched my heart, and I’m sure that important lessons can be learned from it.

Antonio’s Story

When he was young, Antonio de Beja Avis was given a higher education, and spent years studying philosophy and religious thought in a Catholic school in Coimbra, Portugal. He inherited his father’s role as a cleric, but didn’t continue a spiritual lifestyle; the physical world was too compelling. He was bent on enjoying the pleasures this world had to offer.

Antonio served his country as a governor in Morocco, which at the time was partially ruled by Portugal. He was very well-liked by the common people of Portugal, and was a beloved and popular public figure. His marriage to a Jewish woman, Ana Barbosa, yielded several children, including the eldest, Prince Manuel.

At age 40, Antonio accompanied his cousin King Sebastian on a mission to subdue a rebellion in Morocco, which ended unsuccessfully. King Sebastian was killed, and Antonio was taken prisoner.

During the time Antonio was held captive in Morocco, his uncle Henrique, a cardinal, took the throne and destroyed all evidence of Antonio’s parents’ private marriage ceremony. Henrique knew the throne rightfully belonged to Antonio, the next successor, but he didn’t want Antonio to be able to claim what was rightfully his.

In the meantime, Henrique, who was elderly, passed away. At this time, Antonio was also freed from captivity in Morocco. He returned to Lisbon, Portugal, and was crowned king, acclaimed by the masses of the common people who loved him.

However, Antonio’s cousin, Philip II of Spain (whose father was Austrian and who had grown up in the Habsburg court), was determined not to let a Jew rule over Portugal, and spent a considerable amount of money bribing the rich landowner class of Portuguese to favor his claim to the throne over Antonio’s. Antonio ruled over Portugal for only a month at most, until Philip sent a large army of troops to defeat Antonio, oust him from the throne in Lisbon and overtake Portugal, annexing it to Spain.

Antonio fled for his life to Terceira Island (Isla Terceira) in the Azores archipelago off the coast of Africa, about 900 miles from Portugal. From Isla Terceira, King Antonio ruled, while Philip ruled mainland Portugal. After two years, Philip was proclaimed successor to the Portuguese throne. Even though Antonio was next in line to inherit the throne, Philip raised the issue of Antonio’s “tainted blood”—the blood of his Jewish ancestors—which Philip claimed should rightfully disqualify him.

Antonio left with his son Manuel to Paris, where his payment in crown jewels persuaded Catherine de Medici to use her connections to obtain a fleet of ships that sailed back to the Azores to battle with Philip and reclaim the throne. But the fleet was defeated. Antonio then went to England and persuaded Queen Elizabeth (who hated the Spaniards) to once again set sail to Terceira (where Antonio was convinced that his loyal followers would rally to his cause and oust Philip’s men).

Antonio was sadly mistaken. Philip had meanwhile won the people to his side, and they didn’t rally to Antonio’s cause. He was defeated again and returned to France, broken and penniless, having spent his entire fortune trying to regain the throne.

Antonio, who is known in history as “The Determined One,” spent his remaining years in Paris, ever fearful of Philip’s assassins, from whom he fled many times.

Ill and exiled from his homeland and his people, Antonio sought solace at last in a vestige of the faith of his mother’s people—in the Psalms of King David. Antonio is considered a hero because of his determinationNo doubt he identified very much with King David’s life saga of persecution, betrayal by those whom he had trusted and constant flight from those who wished to kill him.

Antonio even wrote a book on the theme of the Psalms, titled in English The Royal Penitent. No doubt, in his last days, Antonio had come closer to G‑d and regretted the ways of a youth spent in pursuit of the physical world.

And what of Prince Manuel, who followed his father into exile? He settled in Belgium and married a Belgian Huguenot princess of possible Jewish descent, Emilie Nassau, daughter of William I of Orange. They had eight children. Manuel still maintained ties to Spain, which had promised him government positions.

Since Spain was at war with the Netherlands, including Belgium, at the time, Princess Emilie considered Manuel to be a traitor to her people, and she
left for Switzerland with her six daughters—one of whom, Maria Belgica, is my ancestor. Antonio died alone and broken in Paris, where he is buried.

Even though he was defeated many times, Antonio is considered in history
to be a hero because of his determination in trying to maintain the independence of his homeland, Portugal. His son Cristobão, who had remained
behind in Portugal, continued this cause after his father’s death.

What did I learn from this story?

Obviously, there is a lesson about the vanity of this world and its physical pursuits. In the end, we are left with only the soul. We must spend our time here on earth providing for our spiritual welfare, since this, as Antonio learned, is all that remains at the end of our sojourn here.

But I believe there is more to be gleaned from this story, which shows the strength of the pintele Yid, the spark of Jewishness inside us.

Even though Antonio was raised a Catholic and given an education within the church, in the end it wasn’t the beliefs of his father, but rather the Psalms of David—the king of his mother’s people—that gave him solace and to which
he turned in his time of trouble.

I wonder again: Is it possible that Antonio’s mother, Yolanda Gomez, descendant of a noble Jewish family originally from Spain, was somehow, in spite of her upbringing as a converso, able to transmit something about the holiness and purity of Psalms to her son?

Whoever Antonio’s Jewish ancestors were, I’m sure they are rejoicing now that their spark of Jewishness did find its way down to us, their descendants, in the beautiful Jewish family of Torah-observant children and grandchildren G‑d has given me.

When our family performs mitzvot, which were lost to their descendants for 500 years, I think of these ancestors. When IWhoever Antonio’s ancestors were, I’m sure they are rejoicing now light my Shabbat candles, I light them for all the grandmothers of Spain, Portugal, France and Switzerland who either didn’t know they should light or were unable to do so. And I think of Yolanda, who was forced to hide for the rest of her life in a convent when her secret marriage to the prince was discovered. Whatever she secretly gave to her sons—that tiny spark passed down for 500 years—was finally fanned into a powerful flame of faith that ignited the heart of her descendant (me) and the hearts of my family!

Article source: http://www.chabad.org/theJewishWoman/article_cdo/aid/3694541/jewish/Portuguese-King-Finds-Solace-in-the-Psalms-of-His-Ancestors.htm

VAN NUYS, Califórnia, 3 agosto, 2017 /PRNewswire/ — Funrise Inc. anunciou a nomeação de Miguel Canut para supervisionar a Sede Espanhola da Funrise como continuação da estratégia de crescimento a nível internacional da empresa

A Funrise Inc. continua a desenvolver a sua actividade e carteira de marcas com uma estratégia focada nos importantes territórios internacionais. O novo escritório da Funrise em Espanha é liderado por Miguel Canut, um líder executivo e dinâmico com sólida experiência em ambientes multinacionais. Canut tem mais de 30 anos de experiência em bens de consumo, tendo trabalhado na Sega, Acclaim Entertainment e THQ.

“Miguel chega à Funrise com um profundo conhecimento em vendas a retalho e experiência em distribuição. Acreditamos que esta nomeação posicionará a Funrise como uma empresa verdadeiramente global com grande capacidade de entrega de uma grande marca na Península Ibérica”, disse Martin Good, Vice-Presidente Internacional.

” Estou muito entusiasmado por juntar-me à excelente equipa da Funrise Inc. e por fazer parte do seu plano de expansão e crescimento Europeu em territórios emergentes incluindo Espanha e Portugal“, disse Miguel Canut, Director Comercial em Espanha e Portugal.

Sobre a Funrise

Fundada em 1987, a Funrise é uma empresa inovadora e líder no mercado na produção e distribuição dos brinquedos mais populares para crianças. Em poucas palavras… criamos diversão! A Funrise é produtora de grandes marcas do mercado tais como TONKA®, Gazillion Bubbles®, Luna Petunia™, Positively Perfect™ e Sing-a-ma-Lings, fazendo com que a oferta de produto seja diversificada e divertida para crianças de todas as idades! A Funrise Toy Corporation é uma subsidiária integral da Matrix Holdings Limited. A sede da Funrise U.S. está localizada em Van Nuys, Califórnia, tendo um escritório em Hong Kong e com salões de exposição adicionais em Minneapolis, Bentonville, Reino Unido e Austrália. Para mais informações, visite por favor: www.Funrise.com.

Foto – https://mma.prnewswire.com/media/541416/Funrise_Miguel_Canut.jpg  
Logo – https://mma.prnewswire.com/media/525462/Funrise_Logo.jpg  

Article source: http://exame.abril.com.br/negocios/releases/funrise-nomeia-director-comercial-para-o-territorio-espanhol-e-portugues/

Subscrever

“Temos uma percentagem de 55% de homens e 45% de mulheres, temos um número assinalável de independentes nas nossas listas, 27%, ou seja, mais de um em cada quatro candidatos são independentes”, elencou.

O candidato do BE à presidência da Câmara, lugar ocupado atualmente pelo socialista Fernando Medina, observou também que as listas são compostas por uma “grande diversidade de gentes”, nomeadamente portugueses e estrangeiros, “homens e mulheres de várias proveniências e vários ativismos”, candidatos ligados à luta pelos direitos LGBT, “gente na área da defesa dos direitos dos emigrantes”, ou pessoas ligadas às áreas do trabalho e dos sindicatos.

“Nas listas do Bloco estão os e as fazedoras de cidade, as pessoas que se interessam, que vivem, que lutam no seu bairro, pela sua cidade, nas mais diversas áreas”, sublinhou Ricardo Robles.

No próximo mandato autárquico, o BE espera “ter uma representação forte em todos os órgãos, em todas as freguesias, reforçar a presença na Assembleia Municipal e, naturalmente, conquistar um espaço na Câmara Municipal de Lisboa”.

O candidato, que ocupa o lugar de deputado na Assembleia Municipal, advogou que na Câmara “é que é determinante, aí é que são tomadas as decisões mais importantes”.

“A Assembleia Municipal tem um papel fiscalizador muito importante, mas é na Câmara que passa toda a informação e onde é preciso estar”, elencou, considerando que “os últimos anos na cidade de Lisboa têm sido muito condicionados pelas maiorias absolutas do Partido Socialista, e esse conforto da maioria absoluta, essa autossuficiência, tem feito esquecer os principais problemas da cidade”.

“Por isso”, continuou, “uma presença forte do Bloco na Câmara Municipal de Lisboa pode fazer uma grande diferença”.

Um dos problemas apontados por Robles é a habitação, tema que será “uma bandeira fundamental nesta campanha”.

Na ocasião, o candidato aproveitou também para abordar o tema da saúde, debruçando-se sobre o novo Hospital Lisboa Oriental, apresentado ontem, que irá contar com 875 camas e deverá entrar em funcionamento em 2023, na zona de Chelas.

Desde logo, para o candidato do BE o modelo da Parceria Público-Privada “é errado”, uma vez que os casos já existentes “têm dados os piores resultados”.

Ricardo Robles manifestou também preocupação relativamente ao futuro dos hospitais que compõem o Centro Hospitalar Lisboa Central (Hospital de São José, Santa Marta, D. Estefânia, Curry Cabral, Capuchos e Maternidade Alfredo da Costa), cujas valências serão transferidas para a nova unidade.

“A informação transmitida é muito parca e, portanto, nós estamos muito preocupados com o que será o futuro”, observou, acrescentando que existe uma necessidade de “cuidados de saúde de proximidade” nesta zona da cidade.

Article source: http://www.dn.pt/lusa/interior/autarquicas-be-apresenta-600-candidatos-em-listas-muito-plurais-e-representativas-de-lisboa-8680237.html

“Todos os anos desejamos que aconteça de facto uma mudança, mas infelizmente essa expectativa não tem sido concretizada”, afirmou a investigadora Stacy L. Smith, que conduziu o estudo, em declarações à Associated Press.

De acordo com os dados analisados, o estudo conclui que das 4.583 personagens (consideradas aquelas que têm diálogos) analisadas no top dos 100 filmes mais lucrativos de 2016, apenas 31,4% eram mulheres, exatamente o mesmo valor de 2007.

E nesse ano, dos 100 filmes líderes de bilheteira, só 34 tinham uma mulher com protagonista ou coprotagonista.

Em termos étnicos, o estudo refere que os profissionais hispânicos continuam a ser os menos representados no cinema norte-americano, num território que acolhe grandes comunidades de países hispânicos. Das personagens analisadas, a investigação dá conta ainda que “70,8% eram brancas, 13,6% eram negras, 5,7% eram asiáticas, 3,1% eram hispânicas e menos de 1% eram índios nativos”.

Ainda que, por exemplo, a Academia de Cinema dos Estados Unidos, que atribui os Óscares, se tenha esforçado para melhorar a representatividade do setor, a investigação daquela universidade fala num manto de invisibilidade quando se cruzam dados sobre género com a etnia e com a identidade sexual.

Apesar de ter havido um aumento de personagens homossexuais nos filmes em 2016, a representação de lésbicas ficou-se em apenas nove filmes entre os 100 mais lucrativos.

Não foi identificada qualquer personagem transgénero naquele período analisado.

O estudo deixa várias recomendações, nomeadamente que os profissionais de topo — atores, produtores, realizadores, técnicos — exijam cláusulas de equidade nos seus contratos.

“A diversidade não é uma coisa que simplesmente acontece. É algo sobre a qual é preciso refletir e ter como um objetivo a alcançar”, disse Katherine Pieper, investigadora associada do estudo, à AP.

Article source: http://www.dn.pt/artes/interior/cinema-de-hollywood-ainda-e-discriminatorio-contra-minorias-mulheres-e-lgbt---estudo-8675157.html